CNN Sinais Vitais: Como vivenciar a terceira idade com saúde e disposição

Programa mostra como a prevenção contra doenças e os cuidados com o corpo e a mente ao longo da vida podem transformar positivamente a vida dos idosos

Lucas RochaCarolina Marcelinoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O CNN Sinais Vitais desta semana vai mostrar que é possível envelhecer bem, com saúde e disposição. A prevenção contra doenças e os cuidados com o corpo e a mente ao longo da vida são segredos para chegar bem na terceira idade.

O episódio aborda as doenças que mais atingem os idosos no Brasil: as cardiovasculares, diabetes, catarata, Alzheimer, hipertensão arterial, depressão e osteoporose.

O CNN Sinais Vitais, apresentado pelo cardiologista Roberto Kalil, vai ao ar nesta quarta-feira (6), às 22h30, logo após o Jornal da CNN, na faixa nobre da CNN Brasil.

Aos 79 anos, o cantor Gilberto Gil exibe vitalidade e muito bom humor ao falar sobre saúde e a finitude em entrevista ao amigo de longa data Roberto Kalil. “A gente começa a sentir que um dia tudo terá fim. Os cuidados médicos foram chegando com a idade. A partir dos 60 anos, os cuidados passaram a ser mais constantes e intensos”, conta Gil (veja entrevista no vídeo acima).

Filho de médico, Gil conta que a prevenção sempre fez parte do seu cotidiano. “A morte virá de qualquer maneira, por isso é importante estarmos preparados para a passagem desse corpo para que a inexistência dele seja uma coisa suave. Que você tenha a melhor saúde possível, a melhor quantidade de bem-estar físico e mental”, comenta.

Para mostrar os cuidados da osteoporose, a equipe da CNN visitou o ambulatório do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas de São Paulo (IOTHC), que tem um núcleo específico para o tratamento da doença. Os pacientes passam por consultas e realizam sessões de fisioterapia para fortalecer os ossos.

A médica Pérola Plapler, diretora da Divisão de Medicina Física do IOTHC, explica que o baixo consumo de cálcio por meio da ingestão de leites e queijos, a falta de exposição ao sol e a pouca prática de exercícios físicos são os fatores que influenciam a osteoporose, que atinge principalmente as mulheres.

Os especialistas alertam que os cuidados com a saúde mental dos idosos também devem fazer parte da rotina de avaliação em saúde. De acordo com a psicogeriatra Julia Loureiro, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, a depressão atinge uma parcela grande de idosos. A condição está associada às diversas situações de perdas, incluindo bens materiais, amigos, mobilidade e qualidade de vida.

“Em muitos casos, as pessoas não se preparam para essas perdas e para essa diminuição de ritmo. A gente observa que há um esvaziamento da vida”, alerta.

O programa mostra, ainda, um grupo da terceira idade que é muito ativo. Em Santos, no litoral paulista, há uma escola de surfe onde o aluno mais novo tem mais de 50 anos. O “surfeterapia” une amigos que se juntam para pegar ondas no mar uma vez por semana. A atividade física e o convívio social são elementos essenciais para envelhecer bem.

Mais Recentes da CNN