SP pode estender restrições para o dia 31 de dezembro, diz pneumologista

Último dia de 2020 pode ser incluído nas medidas restritivas, em reunião na próxima terça-feira (29), afirma Membro do Centro de Contingência

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

As medidas restritivas impostas em São Paulo para o Natal e Ano-Novo podem ser estendidas também para o dia 31 de dezembro, afirma o pneumologista Carlos Carvalho, do Centro de Contingência do Coronavírus, em entrevista à CNN nesta sexta-feira (25). Atualmente, as regras valem para 25 a 27 de dezembro e 1 a 3 de janeiro. 

“Como nossa proposta ocorreu na terça-feira (22), fazer restrição para para o dia 24 ficaria impossível, não daria tempo de o comércio se ajustar para isso. Temos uma reunião na terça (29) e, para o dia 31, temos um farol amarelo. Vamos ver se ocorreu alguma queda, ter os dados e poder nos posicionar melhor”, adianta, sem descartar que o último dia de 2020 entre para as restrições.

Leia também
Estado de SP só terá serviços essenciais durante Natal e Ano-Novo
Coronavírus ameaça festa de Ano-Novo e carnaval da Bahia, diz governador
Média diária de novos casos entre Natal e Ano-Novo deve ficar acima de 60 mil

O pneumologista Carlos Carvalho (25.dez.2020)
O pneumologista Carlos Carvalho (25.dez.2020)
Foto: Reprodução/CNN

“Esperamos no decorrer dos próximos dias os resultados oficiais (da Coronavac), que o registro da vacina seja solicitado para que, em que no máximo em quatro semanas, possamos iniciar a vacinação em São Paulo e na sequência no restante do pais”, espera Carvalho.

 

Mais Recentes da CNN