Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Diretor da Nasa promete relatório com informações de possível “vida extraterrestre” em agosto

    Assunto está em alta após diversas denúncias de oficiais norte-americanos; confira os detalhes

    Bárbara Carvalhocolaboração para a CNN

    São Paulo

    O tema “vida extraterrestre” segue em alta e a Nasa (Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço) informou que vai revelar, nas próximas semanas, um relatório oficial sobre o tema.

    A informação é do diretor da agência espacial dos Estados Unidos, Bill Nelson, .

    “Eu decidi, como chefe da Nasa, já que existem tantas suspeitas sobre alienígenas, que nomearia um comitê de cientistas ilustres. O comitê está deliberando e eles farão seu reporte público no próximo mês [agosto]. Então, esperem até o próximo mês e vocês terão respostas”.

    Relatos de militares

    Três militares denunciaram na quarta-feira (26), em audiência no Congresso americano, que o país tem mantido em segredo relatos de avistamentos, discos voadores acidentados e até mesmo corpos alienígenas.

    Ryan Graves, ex-piloto da Marinha que agora dirige o Americans for Safe Aerospace, grupo fundado para encorajar os pilotos a relatar incidentes, tem alertado para o problema de “segurança nacional” sobre tecnologias desconhecidas e presenciadas por militares, que são muito superiores em relação às atualmente empregadas nas forças armadas. “Se os OVNIs são drones estrangeiros, é um problema de segurança nacional urgente. Se for outra coisa, é uma questão para a ciência. Em ambos os casos, objetos não identificados são uma preocupação para a segurança de voo”, disse Graves.

    Além dele, David Fravor, major aposentado da Marinha dos EUA, também relatou que presenciou tecnologias que ele não pôde explicar, enquanto estava no serviço ativo: “Quando me aproximei, ele acelerou rapidamente para o sul e desapareceu em menos de dois segundos”, disse o ex-piloto.

    David Grusch, um ex-oficial de inteligência da Força Aérea, acusou o governo de encobrir suas investigações sobre avistamentos de objetos não identificados. É de Grusch a afirmação, segundo suas fontes, de que o governo dos EUA possui objetos voadores não-identificados (OVNIs), além de restos mortais de pilotos.

    Na ocasião, Grusch disse que poderia fornecer uma lista de “testemunhas cooperativas e hostis” que poderiam dar ao Congresso mais informações sobre os programas relacionados a OVNIs.

    Pentágono se manifesta

    De acordo com a “Associated Press”, Sean Kirkpatrick, diretor da AARO (Escritório de Resolução de Anomalias de Todos os Domínios) e oficial do Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, classificou a audiência como um “insulto” aos funcionários que investigam os chamados “fenômenos anômalos não identificados”.

    Além disso, Kirkpatrick acusou alguns dos denunciantes de não cooperarem com a investigação oficial do governo, além de não demonstrarem o devido comprometimento com a transparência que o tema requer.