Orfali Bros Bistro, em Dubai, é eleito o melhor restaurante do Oriente Médio; confira lista

Segunda edição dos 50 melhores restaurantes do Oriente Médio e do Norte da África ocorreu nesta segunda-feira (30) em Abu Dhabi

Equipe do Orfali Bros Bistro na premiação em Abu Dhabi; Mohammed Orfali (ao centro) é o chef de cozinha
Equipe do Orfali Bros Bistro na premiação em Abu Dhabi; Mohammed Orfali (ao centro) é o chef de cozinha Dave Holbrook

CNN Viagem & Gastronomiado Viagem & Gastronomia

O ranking anual com os 50 melhores restaurantes do Oriente Médio e do Norte da África foi revelado nesta segunda-feira (30) em cerimônia presencial em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

A segunda edição do Middle East & North Africa’s 50 Best Restaurants coroou em primeiro lugar o restaurante Orfali Bros Bistro, de Dubai, que no ano passado havia ficado na sexta posição.

O restaurante é comandado por três chefs irmãos: Mohammed Orfali é o chef de cozinha, enquanto Wassim e Omar Orfali são os chefs confeiteiros. A casa na região de Wasl 51 serve uma cozinha contemporânea baseada numa visão própria da culinária árabe.

Também de Dubai, quem aparece em segundo lugar é o restaurante Trèsind Studio, na ilha de Palm Jumeirah.

Capitaneado pelo chef Himanshu Saini, o local serve comida que apresenta novos e familiares sabores da cozinha indiana – é considerado também o único restaurante indiano nos Emirados Árabes Unidos com uma estrela Michelin.

Apresentado por ninguém menos do que o chef Massimo Bottura, o terceiro lugar ficou com o Fusions by Tala, na cidade de Manama, capital do Bahrein.

Comandado pela chef Tala Bashmi, o restaurante foi o que mais subiu posições na lista, já que no ano passado figurou em 39º lugar. Ele também foi eleito o melhor restaurante do Bahrein, em quem segundo o 50 best, a chef Bashmi ganhou reputação pela reinvenção de clássicos da comida caseira do Bahrein em pratos contemporâneos.

Confira a seguir os 10 primeiro colocados na lista dos 50 melhores restaurantes do Oriente Médio e do Norte da África em 2023:

  1. Orfali Bros Bistro (Dubai)
  2. Trèsind Studio (Dubai)
  3. Fusions by Tala (Manama, Bahrein)
  4. Ossiano (Dubai)
  5. 3 Fils (Dubai)
  6. George & John (Tel Aviv)
  7. Kinoya (Dubai)
  8. Fakhreldin (Amã, Jordânia)
  9. Zooba (Cairo)
  10. Moonrise (Dubai)

A seguir, confira lista do melhores restaurantes de cada país segundo ranking dos 50 melhores restaurantes do Oriente Médio e do Norte da África em 2023:

  • Orfali Bros Bistro, Dubai (1º lugar; Melhor Restaurante dos Emirados Árabes Unidos; do Oriente Médio e do Norte da África)
  • Fusions by Tala, Manama (3º lugar; Melhor Restaurante do Bahrein)
  • George & John, Tel Aviv (6º lugar; Melhor Restaurante de Israel)
  • Fakhreldin, Amã (8º lugar; Melhor Restaurante da Jordânia)
  • Zooba, Cairo (9º lugar; Melhor Restaurante do Egito)
  • Baron, Beirute (16º lugar; Melhor Restaurante do Líbano)
  • Myazu, Riad (18º lugar; Melhor Restaurante da Arábia Saudita)
  • La Grand Table Marocaine (27º lugar, Melhor Restaurante do Marrocos)
  • La Closerie, Tunes (34º lugar; Melhor Restaurante da Tunísia)
  • White Robata, Kuwait (42º lugar; Melhor Restaurante do Kuwait)

Dubai em destaque

Dos 50 melhores restaurantes da região, 15 ficam em Dubai, em que quatro deles aparecem inclusive no top 5.

Outra cidade que se destacou no ranking foi Tel Aviv, em Israel, com seis restaurantes na lista. Amã, capital da Jordânia, possui cinco entradas.

Outros destaques vão para o Cairo, no Egito, com quatro restaurantes, e Abu Dhabi, com três restaurantes.

Importante ressaltar também que casas famosas que possuem várias unidades no Oriente Médio entraram mais de uma vez no ranking.

É o caso do Coya, com duas casas na lista (Dubai em 28º lugar e Abu Dhabi em 33º); do Sachi (Giza em 22º e Cairo em 30º); do LPM (Dubai em 21º em Riad em 38º); e do Zuma (Dubai em 13º e Abu Dhabi em 43º).

Prêmios paralelos

Salam Dakkak recebeu prêmio de Melhor Chef Mulher do Oriente Médio e Norte da África em 2023 / faisal khatib

A premiação também concedeu outros prêmios às casas e chefs envolvidos no setor, a exemplo da Melhor Chef Mulher, prêmio dado para Salam Dakkak, chef e proprietária do restaurante Bait Maryam, em Dubai.

Karim Bourgi foi eleito o Melhor Chef Confeiteiro de 2023 e Moustafa Elrefaey, do restaurante Zooba, no Cairo, ganhou o prêmio de Escolha dos Chefs, em que seus colegas de profissão homenageiam um chef que contribuiu positivamente para a gastronomia da região no último ano.

Já o prêmio de Ícone foi entregue para a chef Anissa Helou, que possui vários livros publicados sobre a culinária mediterrânea, do Oriente Médio e do Norte da África.

Quem se destacou na categoria de sustentabilidade foi o restaurante OCD, em Tel Aviv, onde o chef Raz Rahav serve uma culinária israelense moderna por meio de 16 a 20 pratos que utilizam de maneira criativa produtos comumente descartados ou esquecidos.

O prêmio de hospitalidade foi para o Em Sherif, conhecido restaurante em Beirute, no Líbano, que angariou também a 20ª colocação na lista geral.

Prato do Opa, restaurante da chef Shirel Berger em Tel Aviv que recebeu o prêmio One To Watch 2023 / Divulgação

Por fim, o “One To Watch“, categoria que reconhece um restaurante em ascensão e que tem potencial para entrar na lista nos próximos anos, foi para o Opa, da chef Shirel Berger, em Tel Aviv.

Ranking e votação

O Middle East & North Africa’s 50 Best Restaurants, abreviado como MENA 50 Best Restaurants, é o braço regional da já tradicional premiação 50 Best, que elege os 50 melhores restaurantes do mundo e mantém rankings paralelos, como o Latin America’s 50 Best Restaurants, na América Latina.

Iniciado em 2022, o MENA 50 Best Restaurants é “uma celebração dos melhores lugares para se comer” que abrange 19 países da região do Oriente Médio e do Norte da África.

A lista é feita com base nos votos de 250 especialistas do setor da região, os quais são escritores e críticos gastronômicos, chefs, donos de restaurantes e “foodies” conceituados.

Para a lista de 2023, cada membro votou em sete restaurantes, com pelo menos dois estabelecimentos localizados fora do país onde estão baseados.

A cerimônia ocorreu no luxuoso hotel Conrad Abu Dhabi Etihad Towers, em Abu Dhabi, mas a agenda começou a partir do dia 27 de janeiro, em que jantares e encontros gastronômicos tomaram conta dos eventos.