Time Out escolhe as 20 melhores cidades do mundo para comer; veja lista

Nápoles, na Itália, lidera o ranking, que buscou levar em consideração lugares com preços acessíveis para todo o tipo de turista

Pizza margherita servida em Nápoles é "prato obrigatório" na avaliação da Time Out
Pizza margherita servida em Nápoles é "prato obrigatório" na avaliação da Time Out Instagram/Santa Maradona

Francesca Streetda CNN

Alguns viajantes escolhem um destino com base nas ofertas culturais – selecionando os melhores museus e galerias para visitar. Outros procuram cidades com vida noturna agitada ou optam por lugares que hospedam um festival ou evento. Mas, para muitos turistas, a parte mais empolgante de qualquer viagem é a comida.

São essas pessoas que acordam no primeiro dia de viagem entusiasmados com todas as delícias culinárias que os aguardam: desde amplos mercados, que oferecem iguarias locais, passando pela comida de rua, até tarde da noite, até restaurantes independentes, que servem pratos diferentes e difíceis de esquecer.

São esses viajantes gourmet que a Time Out teve em mente ao elaborar um novo ranking das melhores cidades do mundo para comer.

“A comida é tudo quando se viaja”, afirmou Grace Beard, editora de viagens da Time Out à CNN. “Uma boa (ou má) refeição pode consagrar ou estragar uma viagem – normalmente, é uma das coisas de que mais nos lembramos.”

Em primeiro lugar na lista da Time Out está a cidade italiana de Nápoles, o tão falado berço da pizza. Não é de surpreender que os deliciosos sabores de queijo da pizza margherita sejam destacados na lista como o “prato obrigatório” da cidade – mas a suntuosa massa do ragu napolitano e a doce sfogliatella também são mencionadas.

Para chegar ao ranking, a Time Out entrevistou milhares de moradores de cidades de todo o mundo sobre as opções de alimentação em suas cidades, com foco na qualidade e no preço acessível. Os editores da publicação analisaram os resultados e incluíram as cidades com maior pontuação de cada país no resultado final.

Pizza e muito mais

Para os turistas que desejam provar a autêntica pizza em Nápoles, a Time Out sugere ir à pizzaria Santa Maradona, localizada no bairro hispânico da cidade. O proprietário do Santa Maradona, Andrea Viviani, disse à CNN que foi um “prazer” ser destacado pela Time Out, mas acrescentou que “considerar Nápoles apenas como um destino gastronômico é, na verdade, um desperdício”.

“A comida é certamente uma parte importante da nossa cultura, mas Nápoles é muito, muito mais”, afirmou Viviani. “A ideia da Santa Maradona é precisamente essa: transmitir todas as facetas de Nápoles.”

O restaurante de Viviani, segundo o proprietário, é uma celebração não só da pizza – mas também do futebol. O nome é uma homenagem ao jogador argentino Diego Armando Maradona, que jogou pelo time de Nápoles na década de 1980.

Apesar de esperar que os turistas que viajam a Nápoles desfrutem de mais do que apenas a comida, Viviani diz que é empolgante que muitos viajantes cheguem à cidade com “um grande desejo de aprender sobre a tradição e provar as fantásticas pizzas”.

Ingredientes usados no restaurante Central, em Lima, que trabalha a partir da biodiversidade do Peru
Restaurante Central, em Lima, é citado pela Time Out como uma das atrações gastronômicas da cidade / Daniela Filomeno/CNN

Em segundo lugar na lista da Time Out ficou a cidade sul-africana de Johannesburgo, com direito a uma indicação do crítico gastronômico Thando Moleketi-Williams, que recomenda o bairro central de Braamfontein e locais como o wine bar Mamakashaka and Friends, na De Beer Street, e o restaurante e galeria Artivist.

A Time Out afirma que o prato obrigatório da cidade é o sanduíche kota, um pão recheado com ingredientes saborosos como batata frita, salsicha, ovo ou queijo, e também destaca o bunny chow, uma comida de rua sul-africana com curry, carne ou feijão dentro de um pão.

A cidade que completa o Top 3 da Time Out é Lima, no Peru, onde a publicação recomenda que os visitantes experimentem pratos típicos como o ceviche e o arroz con pollo (arroz com frango). O restaurante Central, recentemente eleito como o melhor do mundo de 2023, também recebe naturalmente uma menção.

Prioridade para preço acessível

Bunny show é um dos pratos populares em Johannesburgo, que ficou em 2º lugar na lista
Bunny show é um dos pratos populares em Johannesburgo, que ficou em 2º lugar na lista / Unsplash

As cidades de Ho Chi Minh City (quarto lugar), no Vietnã, Pequim, na China (quinto), e Bancoc (sexto), na Tailândia, também aparecem bem posicionadas no ranking.

De acordo com Grace Beard, da Time Out, o ponto em comum entre todas as cidades da lista é que elas estão “passando por um renascimento culinário” ou estão “particularmente agitadas agora”.

Beard disse à CNN que “o preço acessível desempenhou um papel tão importante quanto a qualidade na definição do ranking”, e acrescentou que os editores procuraram cidades “onde refeições de boa qualidade sejam acessíveis a turistas em diferentes situações financeiras”.

A principal cidade dos Estados Unidos no ranking foi Portland, que ficou na décima posição. De acordo com a Time Out, lá é outro lugar de visita obrigatória para os amantes de pizza, e a pizza mexicana – recheada com ingredientes de taco – foi apontada pelos moradores locais como o prato de melhor custo-benefício na cidade.

No Reino Unido, a cidade de Liverpool perdeu por pouco um lugar no Top 10 da Time Out e ficou em 11º lugar. A publicação destaca o prato típico da cidade: o scouse – um forte ensopado geralmente feito de carne bovina ou de cordeiro. A crítica gastronômica Alice Porter, que é moradora local, também recomenda um “grupo de novos empreendimentos gastronômicos” da cidade, como o Manifest, um restaurante incluído no Guia Michelin.

Ranking de Melhores Cidades para Comer em 2024 da Time Out

  1. Nápoles, Itália
  2. Johannesburgo, África do Sul
  3. Lima, Peru
  4. Ho Chi Minh, Vietnã
  5. Pequim, China
  6. Bancoc, Tailândia
  7. Kuala Lumpur, Malásia
  8. Mumbai, Índia
  9. Dubai, Emirados Árabes Unidos
  10. Portland, Estados Unidos
  11. Liverpool, Reino Unido
  12. Medellín, Colômbia
  13. Sevilha, Espanha
  14. Porto, Portugal
  15. Marrakech, Marrocos
  16. Lyon, França
  17. Sydney, Austrália
  18. Montreal, Canadá
  19. Osaka, Japão
  20. Copenhague, Dinamarca