Restaurante centenário em Paris é comprado pela LVMH

Considerado uma instituição gastronômica parisiense, o bistrô Chez L'Ami Louis, no 3º arrondissement, agora faz parte da divisão de hospitalidade do conglomerado de luxo francês

Bistrô Chez L'Ami Louis foi inaugurado em 1924 e fica no 3º arrondissement de Paris
Bistrô Chez L'Ami Louis foi inaugurado em 1924 e fica no 3º arrondissement de Paris Divulgação/LVMH

CNN Viagem & Gastronomiado Viagem & Gastronomia

O emblemático bistrô parisiense Chez L’Ami Louis foi comprado pelo conglomerado de luxo francês LVMH. O restaurante é descrito pela empresa como uma “autêntica joia de Paris”, em que serve pratos tradicionais franceses em um ambiente acolhedor.

Situado no número 32 da Rue du Vertbois, no 3º arrondissement de Paris, o L’Ami Louis comemora seu centenário neste ano, já que foi inaugurado em 1924. Tido como uma instituição gastronômica na capital francesa, o bistrô possui pouquíssimas e disputadas mesas, que ficam dispostas em um salão de atmosfera nostálgica.

As especialidades da casa giram em torno do foie gras, do escargot, do frango assado e das batatas fritas. As matérias-primas são provenientes de pequenos produtores e agricultores que possuem uma relação de décadas com o restaurante, que hoje é tocado pelo sócio-proprietário Louis Gadby.

“A LVMH trabalhará para preservar o caráter único e a identidade familiar do restaurante e
continuará a apoiar o seu savoir-faire francês”, disse a empresa em comunicado. O valor da compra não foi revelado.

Bastante frequentado por turistas americanos e britânicos, uma lista de pessoas famosas também ajuda na fama do local, como Francis Ford Coppola, Martin Scorsese, Bill Clinton, Keanu Reeves e David e Victoria Beckham, para citar alguns.

LVMH e a hospitalidade

Além de deter grifes de luxo e marcas de cosméticos conhecidas no mundo todo, como Louis Vuitton, Marc Jacobs, Christian Dior, Tiffany &Co. e Fenty Beauty by Rihanna, a LVMH também possui negócios relacionados ao mundo dos vinhos, dos destilados e da hospitalidade.

Château Cheval Blanc, Château d’Yquem, Cheval des Andes, Moët & Chandon, Terraza de los Andes e Dom Pérignon são alguns dos nomes sob o guarda-chuva do conglomerado. Na hotelaria, entram em cena as luxuosas Belmond e Cheval Blanc.

No início do mês, a LVMH anunciou “um investimento estratégico” no Orient Express, marca que oferece viagens de trem de luxo e é propriedade da empresa francesa Accor.

O conglomerado tem como presidente e diretor o empresário Bernard Arnault, atualmente o homem mais rico do mundo perante o ranking da Forbes.