Brasília como um local: cafés, parques e quadras para se perder na cidade

O arquiteto Samuel Lamas nos guia por seus cantinhos preferidos na capital, que podem ir além dos icônicos traços de Niemeyer

Samuel Lamas na Casa cata-vento, projetada para fazer parte da paisagem do Cerrado brasiliense
Samuel Lamas na Casa cata-vento, projetada para fazer parte da paisagem do Cerrado brasiliense Acervo pessoal/Casa Catavento

Samuel Lamascolaboração para o Viagem & Gastronomia

Brasília, com suas amplas avenidas e edifícios onde são tomadas decisões que mudam o rumo do país, é também casa para muitos – que encontram os amigos para um café, passeiam por quarteirões arborizados e, é claro, guardam alguns cantinhos para si.

Samuel Lamas, arquiteto que nasceu na capital, conhece a cidade através de seu olhar de morador, mas também como fonte de inspiração para os projetos que cria. “Brasília é muito conhecida por sua parte turística institucional, monumental e repleta de prédios públicos, mas possui também uma parte residencial, mais bucólica. Para sentir Brasília é preciso viver os dois”, conta à CNN Viagem & Gastronomia.

Dentro da parte institucional, mais conhecida pelas imagens e jornais, uma visita que o arquiteto considera que “não pode faltar” é o Itamaraty. “A arquitetura fantástica de Niemeyer, obras de arte e esculturas brasileiras, o projeto de paisagismo do Burle Marx e a vista do terraço para a Esplanada dos Ministérios juntam os principais elementos em um só lugar”, recomenda.

Já dentro do olhar de quem cresceu com Brasília como cenário, entre prédios baixos e jardins, o destaque vai para os cafés, restaurantes, piscinas naturais e quarteirões inteiros que agrupam igrejas decoradas por Athos Bulcão e o Cine Brasília. Confira as principais recomendações para conhecer Brasília como um local, por Samuel Lamas:

Superquadra 308

A Superquadra 308 é um verdadeiro tesouro arquitetônico e urbanístico em Brasília. Idealizada por Lucio Costa, essa superquadra exemplifica um conceito de “cidade-jardim” amadurecido. Com o paisagismo de Burle Marx, a área é um exemplo da harmonia entre a arquitetura e a natureza.

Um dos pontos imperdíveis nesse cenário é a Igrejinha Nossa Senhora de Fátima, que faz parte do passeio para entender como funciona a vida no Plano Piloto. A Igreja Dom Bosco também é um destaque, com seus vitrais coloridos em vários tons de azul. É importante visitá-la durante o dia para apreciar a potência dos vitrais e sentir-se neste espaço celestial.

Caminhar entre as quadras 105 e 308 neste quadrilátero histórico é uma experiência única, que pode terminar no Cine Brasília, um cinema que complementa a atmosfera cultural e residencial do local.

Hotéis que são joias arquitetônicas

Entre os hotéis recomendados por seu peso arquitetônico em Brasília, dois se destacam: o Brasília Palace e o B Hotel. O Brasília Palace, com seu saguão decorado pela obra de Athos Bulcão, é mais do que um hotel; é um ícone da arquitetura moderna brasileira. Com seu design único, o hotel oferece para os hóspedes um mergulho na estética da capital.

Já o B Hotel, projetado por Isay Weinfeld, impressiona com sua cobertura superbonita e um terraço que oferece uma vista deslumbrante para apreciar o pôr do sol. É o lugar ideal para tomar um drinque e apreciar a vista panorâmica da cidade. Esses hotéis não são apenas lugares para se hospedar, mas também destinos arquitetônicos imperdíveis em Brasília.

Bares e restaurantes da capital

Brasília oferece uma cena gastronômica que surpreende quem só está acostumado com o eixo Rio-São Paulo. Para quem busca uma experiência autêntica e local, o restaurante Dom Francisco, na Asa Norte, é uma excelente escolha. Conhecido por sua comida simples e bem feita, especialmente o bacalhau e o frango a Francisco, o local é frequentado por moradores locais em busca de uma refeição saborosa.

Para os apreciadores de bares clássicos, o Beirut e o Libano’s, na Asa Sul, são paradas obrigatórias. Ambos oferecem um ambiente acolhedor e uma seleção de pratos e bebidas que refletem a rica cultura libanesa presente em Brasília. Já para os amantes de feijoada, a Tia Zélia é uma ótima opção, com sua iguaria servida dois sábados por mês, acompanhada de muito samba e frequentada pelos locais.

Cafés aconchegantes de Brasília

O Acervo Café, localizado na Asa Norte, se destaca não apenas pela bebida castanha, mas também pelo seu mobiliário. O dono, Paulo Lins, reuniu peças que dão ao local um charme especial, perfeito para desfrutar de uma bebida quente enquanto se relaxa e aproveita o ambiente.

Outra opção encantadora é o Café Quando, também na Asa Norte, conhecido por sua localização entre as árvores, proporcionando um ambiente tranquilo e acolhedor. Com um cardápio variado e aconchegante, é o lugar ideal para ler um livro, passar um tempo relaxando e sentir a vida de Brasília sem pressa.

Parque Nacional de Brasília Água Mineral

O Parque Nacional de Brasília Água Mineral é um verdadeiro refúgio natural no coração da capital brasileira, com suas piscinas de água natural convidando para um final de semana relaxante. Sua história está ligada à construção de Brasília, sendo um parque urbano muito visitado ao longo do ano.

Surgiu da necessidade de proteger os rios que abastecem a cidade e manter a vegetação natural. Além de ser um local de lazer, o parque tem como objetivo preservar ecossistemas naturais e oferecer atividades educativas e recreativas em contato com a natureza. É um lugar especial que merece ser explorado e apreciado pela sua importância ambiental e pela sensação de paz que proporciona.

Os textos publicados pelos Insiders e Colunistas não refletem, necessariamente, a opinião do CNN Viagem & Gastronomia.

Sobre Samuel Lamas

Diretor criativo da Lamas arquitetura e engenharia, Samuel busca mesclar elementos do ambiente com suas criações
Diretor criativo da Lamas arquitetura e engenharia, Samuel busca mesclar elementos do ambiente com suas criações / Divulgação/Haruo Mikami

Nascido e criado em Brasília, Samuel Lamas é arquiteto e Diretor criativo da Lamas arquitetura e engenharia. Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Università degli Studi di Roma 3, na Italia, Lamas trabalhou com arquiteto italiano Massimiliano Fuksas. Na mistura entre a modernidade de Brasília e as proporções clássicas romanas é que encontra sua inspiração, enquanto compartilhar pontos cheios de design e beleza da sua cidade para quem chega é uma de suas atividades favoritas.