Conheça 10 lugares para comer os variados tipos de rabanada em Curitiba

De recheios com doce de leite até versões inspiradas em outras receitas, Caroline Grimm prova que tradicional doce natalino pode ser encontrado de diversas formas na capital paranaense

Rabanada do Chez Margot é versão de French Toast com recheio de doce de leite
Rabanada do Chez Margot é versão de French Toast com recheio de doce de leite Caroline Grimm

Caroline Grimmcolaboração para o Viagem & Gastronomia Curitiba, Paraná

A rabanada é um dos doces natalinos mais tradicionais, mas tem uma origem incerta.

Acredita-se que nasceu em Portugal, mas existem receitas similares em outros países, como o eggy bread na Inglaterra, o french toast nos EUA e Reino Unido e o pain perdu e o bostock na França.

De uma coisa, no entanto, não há dúvida: foi criada pela necessidade do reaproveitamento do pão amanhecido.

Os primeiros registros do doce são do século 15, quando o prato começou a ser indicado para auxiliar em recuperações pós-parto, o que deu origem a um dos seus nomes alternativos: fatia de parida. Na época, dizia-se também que a rabanada aumentava a produção de leite materno.

Mas afinal, o que é uma rabanada?

Trata-se de uma fatia de pão embebido em uma calda à base de leite, passado em ovos batidos e frito em seguida. Uns usam óleo, outros manteiga.

Ao servir, são polvilhados açúcar e canela, e podem ser regadas com caldas diversas, como creme inglês, doce de leite, xarope de bordo, mel, vinho do Porto ou o que a imaginação permitir. Alguns lugares costumam servir com sorvete, farofinhas ou frutas, elevando o nível da sobremesa.

Nas últimas semanas provei inúmeras rabanadas por Curitiba, e, de início, percebi que teria que dividi-las em duas categorias: as preparadas na hora, servidas como sobremesas nos restaurantes, e as vendidas em padarias e panificadoras, normalmente preparadas uma ou duas vezes ao dia, e deixadas expostas para os clientes comprarem e levarem para comer em casa.

Nesta última categoria também estão as que são feitas sob encomenda e entregues por delivery.

Os critérios utilizados para a avaliação das rabanadas foram os seguintes:

  • o pão deve ser completamente embebido pela calda, sem estar encharcado;
  • o pão embebido deve estar aerado, leve, sem estar compactado;
  • a calda utilizada para embeber o pão deve ser aromatizada com especiarias, bebidas alcoólicas e raspas de frutas, de preferência a diminuir a sensação de gordura excessiva do prato;
  • o pão utilizado deve absorver bem a calda, sem desmanchar, e sem ter uma casca muito dura;
  • apresentação – afinal, comemos primeiro com os olhos, não é?

De sofisticadas a receitas muito simples, as rabanadas a seguir vão adoçar e alegrar o seu dia. Confira:

Servidas em restaurantes:

Ninna Cozinha

Ninna serve fatia de rabanada coberta com doce de leite, sorvete e calda de fava tonka / Caroline Grimm

Uma generosa fatia de rabanada é coberta com um doce de leite claro e cremoso, sorvete de leite e calda de fava tonka, que é servida na mesa. O pão é perfeitamente embebido numa calda hipersaborosa, com um toque de laranja. Sai por R$ 40.

Ninna Cozinha: Rua Desembargador Motta, 1861 – Batel, Curitiba – PR / Telefone: (41) 99942-3431 / Aberto de segunda a sábado das 08h às 23h e domingo das 09h às 16h.

OBST.

Rabanada do Obst. foge à tradição e é servida com creme de mate, sorvete de abóbora e calda kinkan / Caroline Grimm

Aqui a rabanada foge completamente da receita tradicional. Ela é servida com creme de mate, sorvete de abóbora e calda de kinkan, coberta por uma massa folhada frita.

Combinação ousada, mas que funcionou muito bem. Sai por R$ 60.

OBST.: Alameda Prudente de Moraes, 983 – Centro, Curitiba – PR / Telefone: (41) 98822-2667 / Aberto de terça a quinta das 19h30 às 23h30, sexta e sábado das 19h30 às 00h.

Grés Gastronomia e Empório

Rabanada do Grés vem com sorvete de creme, farofinha e calda de doce de leite à parte / Caroline Grimm

Com uma apresentação impecável, a rabanada do Grés vem com sorvete de creme, uma farofinha e uma calda de doce de leite à parte, para ser derramada na hora de servir, num daqueles espetáculos hipnotizantes.

Sabor ótimo, com um toque de laranja que quebra o dulçor do prato. Sai por R$ 35.

Grés Gastronomia e Empório: Rua Saldanha Marinho, 1582 – Centro, Curitiba – PR / Telefone: (41) 3402-6270 / Aberto de terça a sábado das 09h30 às 23h e domingo das 09h30 às 16h.

Fabulosa Bakery

Rabanada de cinnamon roll é criação natalina da Fabulosa Bakery / Caroline Grimm

Um dos quintais mais gostosos de Curitiba ganhou uma receita especialmente criada para o Natal – a rabanada de cinnamon roll.

Feito na casa, ele é supermacio e fica irresistível ao ser transformado em rabanada. É servido com uma calda deliciosa. Sai por R$ 22,90.

Fabulosa Bakery: Rua Solimões, 681 – Mercês, Curitiba – PR / Telefone: (41) 3276-7817 / Aberto de quarta a sexta das 11h às 20h e sábado e domingo das 10h às 19h.

Brød Bakery Curitiba

Rabanada da Brød é feita com panetone artesanal da casa / Reprodução

A rabanada da Brød também foi especialmente criada para o Natal, e é feita com o Brød.ttone, panetone artesanal fabricado na casa, que é macio e superaromático.

É servida quentinha com o BrødCream. Sai por R$ 28.

Brød Bakery Curitiba: Rua Padre Ladislau Kula, 800 – Santo Inácio, Curitiba – PR / Telefone: (41) 3077-7270 / Aberto de terça a sábado das 08h às 20h.

Chez Margot

Bistrô traz rabanada na versão french toast com receio de doce de leite / Caroline Grimm

Esse lindo bistrô com ar parisiense traz a versão French Toast recheada com muito doce de leite mais escuro e coberta com frutas vermelhas. O crème anglaise vem à parte para regar a rabanada na hora de comer. Sai por R$ 38.

Chez Margot: Alameda Princesa Izabel, 1324 – loja 2 – Bigorrilho, Curitiba – PR / Telefone: (41) 99289-0061 / Aberto de terça a sexta das 11h às 23h, sábado das 10h às 23h e domingo das 10h às 18h.

Para comer em casa:

Roberta Schwanke Gastronomie

Roberta Schwanke tem caixa com rabanadas, creme inglês e gelato para época de Natal / Caroline Grimm

Uma das maiores confeiteiras da cidade preparou para o Natal uma caixa de rabanadas com quatro unidades grandes do doce com creme inglês e gelato.

O pão é superfofinho, receita da avó da Roberta, e faz a rabanada ficar muito macia. O toque final são as raspas de laranja, que perfumam o ambiente ao abrirmos a caixa repleta de gostosuras. Sai R$ 99,90 a caixa mais a taxa de entrega.

Roberta Schwanke Gastronomie: Ateliê: Rua Otelo Queirolo, 223 – Sala 07 – Bigorrilho, Curitiba – PR / Telefone: (41) 99880-4635 / Aberto de segunda a sábado das 11h30 às 18h30. Retirada de encomendas agendadas, não há espaço para consumo local.
Loja To Go: R. Atílio Bório, 1398, loja 1 – Alto da XV, Curitiba – PR / Telefone: (41) 99880-4635 / Aberto de segunda a sábado das 11h30 às 19h30.

NONI Padaria

NONI traz à mesa o Bostock, primo francês da rabanada que é assado / Caroline Grimm

A NONI faz o Bostock, um primo francês da rabanada, umedecido com calda de amêndoas e coberto com creme de amêndoas, geleia de frutas vermelhas e amêndoas laminadas.

Ao contrário da rabanada, não é frita, e sim assada. Como não é feita na hora, é bom ligar perguntando o horário da próxima fornada. Sai por R$ 16 cada unidade.

Noni Padaria: Rua Mateus Leme, 2690, loja 02 – Centro Cívico, Curitiba – PR / Telefone: (41) 3029-7675 / Aberto de terça a sexta das 10h às 18h30.

Panificadora Aquarius

Aquarius vende unidades de rabanadas na versão tradicional ou ainda recheada com doce de leite / Caroline Grimm

Panificadora muito conhecida por nunca fechar, a Aquarius traz a rabanada na versão tradicional ou recheada com doce de leite. O pão é bem embebido na calda, diferente de maior parte das rabanadas de padarias.

Não é feita na hora, então é bom ligar antes para saber qual o horário da próxima leva. É perfeito para encher o estômago após as festanças de confraternizações de final de ano. Sai por R$ 64/kg (aproximadamente R$ 5/unidade).

Panificadora Aquarius: Avenida Pref. Erasto Gaertner, 363 – Bacacheri, Curitiba – PR / Telefone: (41) 3018-6880 / Aberto todos os dias, 24h.

Padaria Requinte Champagnat

Paradaria vende versão tradicional e recheada com doce de leite / Caroline Grimm

A antiga padaria do Bigorrilho também traz a versão tradicional e a recheada com doce de leite.

Não é feita na hora, e não tem todos os dias. Ligue antes para saber quando será feita, para levar para a casa os doces bem quentinhos. R$ 50,75/kg (aproximadamente R$ 3,50/unidade).

Padaria Requinte Champagnat: Rua Francisco Rocha, 1809 – Bigorrilho, Curitiba – PR / Telefone: (41) 3335-3134 / Aberto todos os dias das 07h às 20h30.

*Os textos publicados pelos Insiders e Colunistas não refletem, necessariamente, a opinião do CNN Viagem & Gastronomia.

Sobre Caroline Grimm

A criadora de conteúdo gastronômico Caroline Grimm / Caroline Grimm

Curitibana, médica de formação e gastrônoma de coração, Caroline Grimm também é criadora de conteúdo e acumula milhares de seguidores nas redes sociais. Como ela mesma descreve, vive para cozinhar, comer, beber e viajar – não necessariamente nesta ordem, mas sempre em busca das melhores experiências.