Palácio de Buckingham abre ala inédita ao público após mais de 170 anos

Ala Leste da residência oficial do Rei Charles III em Londres terá excursão guiada por salas adornadas com obras de arte que datam dos séculos 18 e 19

CNN Viagem & Gastronomiado Viagem & Gastronomia

A Ala Leste do Palácio de Buckingham, em Londres, é aberta pela primeira vez ao público nesta segunda-feira (15). Entre os meses de julho e agosto, a residência oficial do rei Charles III realiza tours guiados no andar principal do palácio.

A ala abrange a fachada frontal do edifício e tem como destaque a varanda central, onde a Família Real faz aparições públicas em ocasiões especiais desde 1851. Uma das mais recentes aparições dos membros reais no local foi durante a coroação do Rei Charles.

O acesso inédito à ala ocorreu após a conclusão de obras de melhorias que duraram mais de cinco anos.

Obras de arte e decorações chinesas

A Ala Leste do Palácio de Buckingham inclui diversas salas e cômodos, como o Corredor Principal, dotado de pinturas de artistas europeus datadas do século 18 e 19.

Também há a Sala de Visitas Amarela, a Yellow Drawing Room, decorada com papel de parede chinês do século 18 pintado a mão. Duas torres hexagonais de porcelana chinesa e um relógio decorado com dois leões de cor turquesa são alguns dos objetos presentes no cômodo.

Outro destaque é a Sala Central, que leva à varanda. O salão possui um lustre de vidro em forma de flor de lótus e duas tapeçarias de parede de seda imperial chinesa do século 18 dadas à Rainha Vitória pelo Imperador da China em razão de seu Jubileu de Diamante em 1897.

Vale destacar que a Ala Leste não é original do palácio: ela foi adicionada entre 1847 e 1849 a pedido da Rainha Vitória para aumentar as acomodações para a sua família. Com a nova ala, o pátio aberto em forma de ferradura deixou de existir.

Como funcionam as visitas

As visitas ocorrerão de forma limitada diariamente entre 15 de julho e 31 de agosto, mas o site oficial de reservas indica que as vagas já estão esgotadas.

Os ingressos começaram a ser vendidos no último dia 9 de abril. Eles custavam 75 £ para adultos (cerca de R$ 529) e eram combinados com visitas aos salões nobres do palácio. Fique de olho no site oficial para novidades.

As visitas individuais aos salões nobres (State Rooms) continuam a ser vendidas e saem por 32 £ (cerca de R$ 225) antecipadamente pelo site e 35 £ (R$ 247) no dia da visita.

Entre julho e agosto, o Palácio de Buckingham ficará aberto sete dias por semana pela primeira vez desde 2019. O local voltará a funcionar durante cinco dias em setembro.

Palácio italiano do século 19 é hoje um dos melhores hotéis da Sicília