Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Beyoncé alcança nova marca histórica em parada de country da Billboard; veja

    Álbum também lidera a parada geral de álbuns da Billboard

    Beyoncé usou sample (trecho) de funk brasileiro em música de seu novo álbum, "Cowboy Carter"
    Beyoncé usou sample (trecho) de funk brasileiro em música de seu novo álbum, "Cowboy Carter" Reprodução/Instagram

    Lisa Respers Franceda CNN

    São Paulo

    Beyoncé pode até ter proclamado que seu último projeto “não é um álbum country”, mas alguém se esqueceu de dizer isso às paradas.

    A superestrela fez história como a primeira mulher negra a ocupar o primeiro lugar na parada de álbuns country com seu “Ato II: Cowboy Carter”, de acordo com a Billboard.

    A nova coleção também está no topo da parada de álbuns da Billboard 200, marcando a oitava vez que Beyoncé o faz. Em fevereiro, ela também fez história quando um dos singles de estreia do álbum, “Texas Hold ‘Em”, conquistou o primeiro lugar na parada Hot Country Songs da Billboard.

    A conquista ocorre em um momento em que se discute o fato de a própria Beyoncé não ser uma artista de música country. Embora seu mais novo álbum desafie o gênero, pois mistura pop, country, R&B, zydeco e outros sons, Bey definitivamente tem receitas para reivindicar música country.

    Ela cresceu em Houston, no Texas, que há muito tempo tem uma cena musical country próspera. Beyoncé também tem raízes familiares no sul dos Estados Unidos.

    Como ela canta em seu hit “Formation”, “My Daddy, Alabama/Mama, Louisiana”, seu pai, Mathew Knowles, nasceu em Gadsden, no Alabama; enquanto sua mãe, Tina Knowles, nasceu em Galveston, no Texas. Ela também tem família na Louisiana.

    Se for argumentado que Bey não tem pedigree de música country, que tal duas das maiores estrelas do gênero?

    Na noite de domingo (7), Keith Urban, natural da Austrália, subiu ao palco do 2024 CMT Music Awards para apresentar sua música “Straight Line”. Ele é bastante conhecido por aquela premiação, que celebra a música sertaneja, tendo conquistado nove prêmios ao longo dos anos.

    Isso sem mencionar os vários outros prêmios e Grammys da Country Music Association nas categorias de música country que Urban ganhou desde que entrou em cena pela primeira vez em 1991.

    Se isso não te impressiona muito, existe Shania Twain.

    A proclamada “Rainha do Country Pop” é uma das mulheres de maior sucesso na música country, tendo vendido mais de 90 milhões de álbuns em todo o mundo. Twain é do Canadá.

    Outros, como o colega canadense de Twain, kd lang, também encontraram aceitação no espaço da música country. Se a música deles prova que a música country não é definida pela geografia, deveria haver espaço mais do que suficiente na mesa para Beyoncé, especialmente considerando que ela disse que o álbum “Cowboy Carter” nasceu de uma experiência que teve anos atrás, em que não se sentiu bem-vinda. “E ficou muito claro que não fui”, disse.

    Deixa para lá. Parece que Queen Bey foi em frente e construiu sua própria mesa.

    Confira 10 looks de Beyoncé na era “Cowboy Carter”

    Este conteúdo foi criado originalmente em Internacional.

    versão original