Mike Pence, vice-presidente dos EUA, é vacinado contra o novo coronavírus

Além de Pence, sua mulher Karen e o cirurgião-geral Jerome Adams foram imunizados; Joe Biden e Kamala Harris também serão vacinados em breve

Da CNN
18 de dezembro de 2020 às 10:03 | Atualizado 18 de dezembro de 2020 às 10:30


O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, foi vacinado contra o novo coronavírus na manhã desta sexta-feira (18) - um evento transmitido em vídeo que o governo diz ser parte dos esforços federais para construir a confiança do público na segurança e eficácia da vacina.

Além de Pence, sua mulher Karen e o cirurgião-geral Jerome Adams receberam a vacina, que foi aprovada para uso de emergência e está sendo distribuída para todo o país.

O presidente eleito Joe Biden e a vice-presidente eleita Kamala Harris também receberão a vacina em um ambiente público, disseram autoridades de transição à CNN. Biden deve ser vacinado na próxima semana, enquanto o prazo para a vacinação de Harris ainda não foi definido.

O presidente Donald Trump não será vacinado contra Covid-19 até que seja recomendado pela equipe médica da Casa Branca, disse um funcionário do governo à CNN no início da semana. 

Assista e leia também:
Painel da FDA recomenda autorização da vacina da Moderna para uso emergencial
Covid-19: Em novo recorde, EUA têm mais de 3.500 mortes e 240 mil casos em 1 dia

Mike Pence tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19
Mike Pence tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19
Foto: CNN Brasil (18.dez.2020)

Trump ainda está se beneficiando do coquetel de anticorpos monoclonais que recebeu durante sua recuperação da Covid-19, em outubro, disse o funcionário, mas assim que puder receber a vacinação, é provável que o faça.

O médico Anthony Fauci, principal especialista em doenças infecciosas dos EUA, disse no início desta semana que recomendaria que Trump e Pence recebessem a vacina Covid-19.

"Embora o próprio presidente tenha sido infectado e tenha anticorpos que provavelmente seriam protetores, não temos certeza de quanto tempo essa proteção dura", disse Fauci em entrevista ao programa Good Morning America, da ABC.

(Com informações de Maegan Vazquez, da CNN)