Trump chama impeachment de ‘perigo tremendo’ e ‘caça às bruxas’


Betsy Klein da CNN
12 de janeiro de 2021 às 13:00 | Atualizado 12 de janeiro de 2021 às 16:14

 

O presidente Donald Trump classificou o processo de impeachment no Congresso dos Estados Unidos como uma contínua "caça às bruxas" e pediu "nenhuma violência" em seus primeiros comentários públicos aos repórteres após a invasão do Capitólio na semana passada.

Um dia antes de os legisladores da Câmara votarem para impugná-lo pela segunda vez, Trump chamou o processo de "perigoso" e disse que está causando uma "raiva tremenda".

"Sobre o impeachment, é realmente uma continuação da maior caça às bruxas da história da política. É ridículo, é absolutamente ridículo. Este impeachment está causando uma raiva tremenda, e você está fazendo isso e é realmente uma coisa terrível que eles estejam fazendo", disse ele a repórteres na Casa Branca na manhã de terça-feira.

Trump continuou: "Para Nancy Pelosi e Chuck Schumer continuarem neste caminho, acho que isso está causando um enorme perigo para o nosso país e está causando uma raiva tremenda. Não quero violência."

Trump não abordou seu próprio papel na violação do Capitólio na quarta-feira (6) por seus apoiadores, mas disse: "Não queremos violência, nunca violência, não queremos absolutamente nenhuma violência."

 

O presidente também falou em sua próxima viagem a Alamo, no Texas, para visitar a construção do muro de fronteira com o México, divulgando a "tremenda diferença" que o muro fez e alegando que "parece haver um aumento" da imigração ilegal devido a caravanas", porque eles pensam haverá muito para eles se forem capazes de passar. "

Trump também saudou uma multidão de apoiadores sem máscara, muitos deles agitando bandeiras americanas.