Aumentar orçamentos militares e impor sanções não é solução para guerra, diz Papa

Confrontos armados fazem parte da "velha lógica de poder que ainda domina a chamada geopolítica", disse o pontífice

Papa Francisco
Papa Francisco Yara Nardi/Reuters (25.dez.2021)

Hada MessiaAmy Cassidyda CNN

Ouvir notícia

O Papa Francisco emitiu fortes críticas contra os países por aumentarem os gastos militares à medida que o ataque da Rússia à Ucrânia continua, classificando-o como “loucura”.

Falando na quinta-feira (24) para uma audiência com o Centro da Mulher Italiana em Roma, o Papa culpou a guerra “vergonhosa” na Ucrânia à “velha lógica de poder que ainda domina a chamada geopolítica”.

Ele descartou sanções e armas como uma solução para o conflito e disse que

o mundo deve redesenhar sua forma de governar para que não esteja sujeito ao “poder econômico-tecnocrático-militar”.

“Agora está claro que a boa política não pode vir da cultura do poder entendida como dominação e opressão, mas apenas de uma cultura de cuidado, cuidado com a pessoa e sua dignidade e cuidado com a nossa casa comum”, afirmou.

“A verdadeira resposta… . O modelo de tratamento já existe, graças a Deus, mas infelizmente ainda está sujeito ao do poder econômico-tecnocrático-militar”, disse o Papa.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN