Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Buscas por nome de Milei atingiram pico após vitória nas primárias da Argentina

    Javier Milei e Sergio Massa – que tiveram, respectivamente, 36,68% e 29,98% dos votos no primeiro turno – se enfrentam no segundo turno da eleição presidencial argentina no dia 19 de novembro

    Sergio Massa e Javier Milei durante debate
    Sergio Massa e Javier Milei durante debate 8/10/2023 REUTERS/Agustin Marcarian

    Fernanda Pinottida CNN

    em São Paulo

    Ao longo dos últimos seis meses, a média de buscas na Argentina pelo nome do candidato presidencial Javier Milei no Google é mais que o dobro da média de pesquisas pelo nome do governista Sergio Massa.

    O pico nas buscas por “Javier Milei” ocorreu em 14 de agosto, um dia depois que ele venceu as eleições primárias do país.

    Milei e Massa – que tiveram, respectivamente, 36,68% e 29,98% dos votos no primeiro turno – se enfrentam no segundo turno da eleição presidencial argentina no dia 19 de novembro.

    Confira os dados de busca nos últimos seis meses:

    De acordo com o Google Trends, os números representam o interesse de pesquisa relativo ao ponto mais alto no gráfico de uma determinada região em um dado período.

    Um valor de 100 representa o pico de popularidade de um termo. Um valor de 50 significa que o termo teve metade da popularidade. Uma pontuação de 0 significa que não havia dados suficientes sobre o termo.

    O Google ressalta que o número de pesquisas é um indicador da curiosidade despertada por um tema ou, neste caso, por um candidato, e não substitui as pesquisas de opinião eleitorais, nem deve ser considerado um indicador de intenção de voto.

    O pico de Milei

    O grande pico de buscas por Milei ocorreu em 14 de agosto, dia seguinte às eleições primárias da Argentina. O candidato ultradireitista que se autodefine como libertário, ganhou de todas as pré-candidaturas individualmente e seu partido, La Libertad Avanza, também ganhou das demais coalizões.

    Foi com esse resultado que a popularidade de Milei como candidato de oposição começou a se consolidar, desmentindo a ideia, disseminada entre muitos analistas e consultores políticos, de que ele era um fenômeno popular apenas em Buenos Aires e no entorno da capital.

    No período de seis meses, o nome de Milei registrou mais que o dobro do interesse de busca no Google do que o nome de Massa. O candidato oposicionista também foi mais pesquisado em todos os estados argentinos.

    O maior número de buscas também pode ser explicado em parte por suas declarações e propostas polêmicas: ele já prometeu a dolarização da economia argentina, o fim do Banco Central do país e a flexibilização do porte de armas.

    Ele já fez declarações informais inclusive a respeito da possibilidade de venda de órgãos do corpo humano, prática ilegal.

    As oscilações de Massa

    Embora as buscas pelo nome de Milei sejam mais numerosas que o interesse pelo nome de Massa na maior parte dos dias, se destaca um leve pico em 24 de junho, um dia depois que o atual ministro da Economia foi confirmado oficialmente como candidato do partido governista, a coalizão Unión por la Patria.

    Outra discreta oscilação em que o nome de Massa foi mais buscado que o de Milei foi em 28 de agosto, um dia após o anúncio por parte do Ministério da Economia da Argentina de uma série de medidas econômicas para responder à difícil situação econômica atravessada pelo país.

    Saiba mais sobre as propostas dos dois candidatos aqui.

    Mais Recentes da CNN

    Mais Recentes da CNN