Candidato apoiado por Trump vence primária Republicana para o Senado de Ohio

Vitória de J.D. Vance demonstra poder do ex-presidente dentro do Partido; Mike DeWine vence disputa para governador

J.D. Vance e sua mulher, Usha Vance, em um evento de campanha
J.D. Vance e sua mulher, Usha Vance, em um evento de campanha Reuters

Maeve Restonda CNN

Ouvir notícia

J.D. Vance, apoiado por Donald Trump, venceu a indicação na disputada primária do Senado do Partido Republicano de Ohio, projeta a CNN nesta terça-feira (3).

Com a maioria dos candidatos na disputa concorrendo pelo apoio do ex-presidente, a primária foi a primeira disputa no Senado do ano a testar o poder de Trump no Partido.

Na outra grande eleição da noite, o atual governador de Ohio, Mike DeWine, venceu as primárias para governador do Partido Republicano, projeta a CNN, derrotando adversários enquanto busca um segundo mandato.

Embora Trump não tenha declarado apoio nas primárias para governador, desempenhou um papel importante na disputa para substituir o senador republicano aposentado Rob Portman.

O ex-presidente virou a disputa em meados de abril, quando decidiu apoiar Vance, o autor de “Hillbilly Elegy”, livro sobre a própria história, e que era um crítico de Trump em 2016, mas agora diz que seu julgamento inicial sobre ele estava errado.

Trump ligou para Vance para parabenizá-lo por sua vitória na noite de terça-feira, de acordo com uma fonte. Gabby Orr, da CNN, informou que o ex-presidente monitorou os resultados das eleições com amigos e assessores em Mar-a-Lago, um dos quais se disse “aliviado” pela vitória de Vance.

O apoio de Trump a Vance impulsionou o autor, ajudando-o a dobrar seu apoio entre uma pesquisa da Fox em março e outra em abril.

Vance agradeceu a Trump em seu discurso de vitória, dizendo que o ex-presidente mostrou à América um exemplo “do que poderia ser neste país”, apontando para uma tendência de alta nos salários quando Trump era presidente.

Depois de uma corrida primária cheia de anúncios negativos nas últimas semanas, Vance pediu unidade no Partido Republicano, elogiando vários de seus principais rivais. Quando Vance mencionou o ex-tesoureiro do estado Josh Mandel – levando alguns na multidão a vaiar – o autor pediu que parassem.

Ele chamou Mandel de “um dedicado funcionário público do Corpo de Fuzileiros Navais ao escritório do tesoureiro do estado” e disse aos apoiadores de Mandel que esperava ganhar seu apoio.

“Precisamos nos unir para lutar contra Tim Ryan”, disse Vance, referindo-se ao congressista de Ohio que venceu a primária democrata no Senado, como projetado pela CNN nesta terça.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN