Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    China nega ter recebido pedido de ajuda da Rússia para a guerra na Ucrânia

    Estados Unidos estariam "vendendo desinformação" com a alegação, afirmou o porta-voz do ministério das Relações Exteriores da China

    Da CNN

    em Pequim

    Ouvir notícia

    A China disse que não foi contatada pela Rússia para o fornecimento de equipamentos militares ou outra assistência a fim de apoiar a guerra na Ucrânia.

    No domingo (13), duas autoridades americanas disseram à CNN que a Rússia pediu à China apoio militar, incluindo drones, bem como assistência econômica para sua invasão não provocada.

    O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, no entanto, nega que a Rússia tenha solicitado assistência militar à China. Segundo ele, o país tem poder militar suficiente para cumprir todos os seus objetivos na Ucrânia a tempo e por completo.

    “Recentemente, o lado dos EUA tem vendido desinformação contra a China sobre a questão da Ucrânia com intenções sinistras”, disse Lijian quando perguntado sobre o pedido de ajuda russo.

    “A posição da China sobre a questão da Ucrânia é consistente e clara, e nós temos desempenhado um papel construtivo na promoção de conversações de paz. É imperativo que todas as partes exerçam contenção e esfriem a tensão, em vez de acrescentar combustível ao fogo; é importante pressionar por uma solução diplomática, em vez de agravar ainda mais a situação”, complementou.

    Imagens de satélite revelam destruição no subúrbio de Kiev, na Ucrânia

    Acompanhe ao vivo a cobertura especial da CNN sobre a guerra na Ucrânia.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN