Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Companhias aéreas redirecionam voos após ataque israelense ao Irã

    O Irã fechou seus aeroportos em Teerã, Shiraz e Isfahan após a ação de Israel

    Israel lança ataque ao Irã
    Israel lança ataque ao Irã CNN

    Reuters

    As companhias aéreas mudaram as rotas de voo sobre o Irã, cancelaram viagens, desviaram aviões para aeroportos alternativos, nesta sexta-feira (19) devido ao fechamento do espaço aéreo após um ataque israelense ao Irã.

    O Irã fechou seus aeroportos em Teerã, Shiraz e Isfahan após a ação de Israel e liberou voos por algumas horas após o ataque apenas para o ocidente, de acordo com o FlightRadar24.

    Por volta das 02h00 desta sexta-feira (19), os aeroportos e o espaço aéreo foram reabertos.

    Antes da reabertura dos aeroportos, a Flydubai disse que cancelou seus voos de sexta-feira para o Irã.

    Um avião da Iran Air de Roma para Teerã foi desviado para Ancara, na Turquia, mostrou o Flightradar 24.

    A alemã Lufthansa cancelou todos as viagens para Tel Aviv e Erbil até sábado e disse que voaria em torno do espaço aéreo iraquiano durante o mesmo período.

    “A segurança dos passageiros e tripulações é sempre a principal prioridade”, disse a companhia.

    A United Airlines disse que cancelaria seu voo diário de Newark para Tel Aviv até 2 de maio, enquanto a Air Canada avisou que estava pausando as operações para Tel Aviv até o final de junho.

    A Emirates, a Flydubai, a Turkish Air, a Wizz Air Abu Dhabi e a Belavia estavam entre as companhias que continuaram a sobrevoar a parte do espaço aéreo do Irã que permaneceu aberta nas primeiras horas após o ataque, mostrou o site de rastreamento.

    “Estamos monitorando a situação de perto e faremos alterações em nossas rotas de voo em consulta com as autoridades relevantes”, disse a Flydubai em um comunicado.

    O fechamento do espaço aéreo e do aeroporto no Irã agravou uma semana difícil para as operadoras de Dubai após chuvas recordes nos Emirados Árabes Unidos.

    Na sexta-feira, o principal aeroporto de Dubai, um dos mais movimentados do mundo, disse que limitaria o número de voos que chegam por dois dias, enquanto se esforça para limpar um atraso três dias após a tempestade.

    Desde terça-feira, 1.478 voos foram cancelados para Dubai, de acordo com a FlightRadar24.