Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mau tempo atrasa primeiro embarque de grãos da Ucrânia desde o início da guerra

    O MV Razoni se movia mais devagar do que o esperado e sua chegada a Istambul deve ocorrer entre a noite desta terça (2) e a manhã de quarta

    O Razoni parte do porto de Odessa, na Ucrânia, em 1º de agosto
    O Razoni parte do porto de Odessa, na Ucrânia, em 1º de agosto Anadolu Agency via Getty Images

    Vasco Cotovioda CNN

    Ouvir notícia

    O percurso do primeiro navio carregado de grãos a deixar a Ucrânia desde que a Rússia começou sua invasão foi adiado por causa do mau tempo, de acordo com o Centro de Coordenação Conjunta (JCC) em Istambul.

    O JCC disse que o MV Razoni estava se movendo mais devagar do que o esperado e agora deve chegar a Istambul na noite desta terça-feira (2) ou na manhã de quarta.

    Nenhuma outra saída de navios de grãos da Ucrânia está programada ainda, acrescentou o JCC.

    O Razoni partiu do porto de Odessa, no Mar Negro, na segunda-feira sob um acordo de exportação mediado pela Organização das Nações Unidas (ONU), aumentando as esperanças de que uma crise global de abastecimento de alimentos causada pela invasão da Rússia possa ser aliviada.

    Desde o início da guerra, os portos do sul da Ucrânia foram bloqueados pela Rússia, impedindo que os grãos ucranianos chegassem aos muitos países que dependem deles.

    Cerca de 20 milhões de toneladas métricas de trigo e milho ficaram presas no porto de Odesa, disse a administradora da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), Samantha Power, na semana passada.

    A Ucrânia e a Rússia são ambos importantes fornecedores de alimentos para o mundo. Em tempos normais, a Ucrânia exportaria cerca de três quartos dos grãos que produz. De acordo com dados da Comissão Europeia, cerca de 90% dessas exportações foram embarcadas nos portos do Mar Negro.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN