Polônia está pronta para deixar à disposição dos EUA todos os seus caças MiG-29

Aeronaves seriam levadas para uma base na Alemanha e poderiam ser entregues à Ucrânia; Estados Unidos afirmam que não foram consultados para a decisão

Uma aeronave Mikoyan MiG-29 Fulcrum da Força Aérea Polonesa realiza uma passagem aérea em 10 de junho de 2018 em Wolverhampton, Inglaterra. 2018 marca o centenário da Royal Air Force, e a Royal Air Force Cosford hospeda o único Air Show oficial da Royal Air Force do ano. (Foto de Steve Thorne/Getty Images)
Uma aeronave Mikoyan MiG-29 Fulcrum da Força Aérea Polonesa realiza uma passagem aérea em 10 de junho de 2018 em Wolverhampton, Inglaterra. 2018 marca o centenário da Royal Air Force, e a Royal Air Force Cosford hospeda o único Air Show oficial da Royal Air Force do ano. (Foto de Steve Thorne/Getty Images) Getty Images

Sugam PokharelKylie AtwoodJennifer Hanslerda CNN

Ouvir notícia

A Polônia anunciou nesta terça-feira (8) que está pronta para posicionar todos os seus caças MiG-29 de forma imediata e gratuita na Base Aérea de Ramstein, na Alemanha, da Força Aérea dos EUA.

Os aviões serão colocados à disposição de Washington para fornecê-los à Ucrânia, de acordo com uma declaração do Ministério das Relações Exteriores do país.

“Ao mesmo tempo, a Polônia solicita aos Estados Unidos que nos forneçam aeronaves usadas com capacidades operacionais correspondentes. A Polônia está pronta para estabelecer imediatamente as condições de compra dos aviões”, acrescentou.

O governo polonês no comunicado instou “outros aliados da Otan – proprietários de jatos MIG-29 – a agir na mesma linha”.

Porém, uma alta funcionária do Departamento de Estado afirmou que os Estados Unidos não foram consultados antes da declaração sobre a prontidão para transferir jatos para os EUA na Alemanha.

“Vi esse anúncio do governo da Polônia quando estava literalmente dirigindo para cá hoje”, disse a subsecretária de Estado para Assuntos Políticos, Victoria Nuland, durante uma audiência do Comitê de Relações Exteriores do Senado.

“Então, que eu saiba, não foi pré-consultado conosco que eles planejam nos dar esses aviões”, disse ela.

“Estou ansiosa, quando esta audiência terminar, para voltar à minha mesa e ver como responderemos a essa proposta deles de nos entregar os aviões”, disse, observando que os EUA e a Polônia estão em consultas há alguns dias sobre este tema.

Um alto funcionário da defesa dos EUA disse à CNN que tiveram conhecimento do anúncio do governo polonês e “não têm nada a oferecer no momento”.

Barbara Starr, da CNN, contribuiu com reportagem para este post.

Mais Recentes da CNN