Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Protestos pela morte de George Floyd seguem pelo sexto dia seguido nos EUA

    Manifestações fizeram com que ao menos 25 cidades em 16 estados decretassem toque de recolher

    Mylene Guerra e Paulo Toledo Piza,

    da CNN, em São Paulo

     

    Protestos contra a morte de George Floyd seguem pela sexta noite seguida em pelo menos 70 cidades nos Estados Unidos neste domingo (31). Floyd, um homem negro de 46 anos, estava desarmado e foi morto por um policial branco em Minneapolis, Minnesota, no dia 25 de maio.

    Leia mais:

    Vídeo mostra viatura atropelando multidão em ato pela morte de George Floyd

    Trump diz que quer designar grupo Antifa como organização terrorista

    EUA têm nova noite de fúria, frustração e protestos por morte de George Floyd

    Estas são as imagens de George Floyd que você deveria ver

    Morte de George Floyd: manifestantes nos EUA contam os motivos de sua revolta

    Trump diz que manifestantes veriam ‘cães cruéis’ se invadissem a Casa Branca

    Em Nova York, 340 pessoas foram presas nos últimos dias. A CNN registrou que carros da polícia foram incendiados na Filadélfia. Na mesma cidade houve registros de saques a lojas, assim como em Chicago.

    Em Miami, centenas de pessoas protestavam de forma pacífica até a última atualização desta reportagem. As manifestações fizeram com que ao menos 25 cidades em 16 estados decretassem toque de recolher.

    Manifestantes ateiam fogo em carro da polícia nos EUA (31.mai.2020)
     
    Foto: Reprodução/CNN

    Os manifestantes dizem que querem que os quatro policiais envolvidos na morte de Floyd sejam acusados formalmente.

    O agente que foi visto em um vídeo com o joelho no pescoço de George Floyd foi acusado de assassinato e homicídio culposo em terceiro grau e preso. Manifestantes e críticos, porém, dizem que a acusação não é dura o suficiente.

    Manifestantes ateiam fogo em carro da polícia nos EUA (31.mai;2020)
     
    Foto: Reprodução/CNN