'É fundamental que o MEC coordene nacionalmente a volta às aulas', diz professor

Professor da USP Mozart Ramos disse à CNN que os secretários estão com muitos problemas e precisam da ajuda do governo federal na retomada

Produzido por Vinícius Tadeu*, da CNN, em São Paulo 
21 de julho de 2021 às 19:35

Em entrevista à CNN, o professor da USP Mozart Ramos afirmou que "é fundamental que o Ministério da Educação (MEC) assuma o seu papel de coordenador nacional da política pública da educação no retorno às atividades presenciais". O ministro da pasta, Milton Ribeiro, disse em pronunciamento nesta terça-feira (20) que a retomada é uma "necessidade urgente".

"Os secretários da Educação, municipais ou estaduais, estão muito inseguros e com muitos problemas a enfrentar", disse Ramos. De acordo com o professor, alguns desses empecilhos são o abandono escolar durante a pandemia de Covid-19 e a queda na aprendizagem.

Outra medida levantada pelo docente é que o MEC precisa rever o plano de conectividade digital, tanto para professores como aos alunos da educação básica.

"Isso é muito importante, porque o retorno presencial terá que ser integrado às novas tecnologias para dar conta do déficit de aprendizagem provocado pela pandemia." 

(*supervisionado por Elis Franco)

Estudantes acompanham aula em escola na Zona Leste da capital paulista, em 15/06/2021
Foto: Tiago Queiroz/Estadão Conteúdo