Caio Coppolla: Lamentável uma autoridade pública ‘furar a fila’ da vacinação

No quadro Liberdade de Opinião, Coppolla falou sobre o pronunciamento de João Doria após a primeira pessoa ser vacinada contra Covid-19 no país

da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião do Visão CNN desta segunda-feira (18), o comentarista Caio Coppolla falou sobre o início da imunização contra o novo coronavírus no Brasil. O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, adiantou a campanha em dois dias após uma enfermeira do Hospital Emílio Ribas, em São Paulo, ser a primeira brasileira vacinada no domingo (17).

“A vacinação da primeira paciente tem um caráter simbólico importante. Eu só lamento que um tema essencialmente técnico tenha sido tão politizado. É chocante ver esses influenciadores de internet — tomados de ódio — praticamente comemorando o atraso do avião com as vacinas produzidas na Índia, e é lamentável assistir uma autoridade pública “furando a fila” e reivindicando para si o mérito exclusivo por uma conquista que é coletiva. E como eu já disse: fazendo isso de forma midiática”, avalia Coppolla.

“Então, na contramão dessa politicagem toda, eu prefiro participar do debate público trazendo considerações de natureza técnica e científica sobre esse início da vacinação no Brasil”, completou.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Caio Coppolla e Rita Lisauskas. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Caio Coppolla no quadro Liberdade de Opinião (18.jan.2021)
Caio Coppolla no quadro Liberdade de Opinião (18.jan.2021)
Foto: CNN

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

(Publicado por Leonardo Lellis)

 

Mais Recentes da CNN