Embaixada dos EUA no Brasil anuncia doação de suprimentos à Bahia

Em parceria com a Cáritas, órgão vai forneer cobertores, colchões e kits de higiene pessoal às familias deslocadas pelas enchentes

Enchente causada por fortes chuvas em Itajuipe, na Bahia.
Enchente causada por fortes chuvas em Itajuipe, na Bahia. REUTERS/Amanda Perobelli

Henrique Andradeda CNN

São Paulo

Ouvir notícia

A Embaixada dos Estados Unidos no Brasil anunciou na noite desta quinta-feira (30) que vai fornecer cobertores, colchões, e suprimentos à população afetada pelas chuvas na Bahia. As doações serão destinadas às famílias deslocadas pelas enchentes no estado.

A ação é realizada em parceria com a Cáritas, organização solidária da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Em 12 de dezembro, a Cáritas lançou sua campanha “SOS Bahia e Minas gerais: Solidariedade que Transborda”, com o objetivo de arrecadar recursos para as pessoas desabrigadas na região.

A Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais do Brasil também entregará kits de higiene pessoal às vítimas para evitar a propagação da Covid-19, informou a Embaixada americana.

Nesta quinta (30), subiu para 25 o número de mortos em decorrência das enchentes que atingem diversas regiões da Bahia. Além das mortes confirmadas até o momento, os números de desabrigados já chegam a 37.035, e 54.771 de desalojados, além de 517 feridos. O número total de atingidos passa de 643.000 pessoas.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) se manifestou após o Brasil recusar ajuda oferecida pela Argentina às vítimas das enchentes na Bahia. Por meio do Twitter, Bolsonaro disse que “a ajuda não seria necessária naquele momento”, mas que pode ser acatada “em caso de agravamento das condições”.

Mais Recentes da CNN