Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Chuvas no Brasil deixam mais de 80 mil pessoas fora de casa em sete estados

    Levantamento da agência CNN também aponta que, desde o ano passado, 262 pessoas morreram em decorrência dos temporais no país

    Mais de 80 mil pessoas estão fora de casa no Brasil em decorrência das chuvas
    Mais de 80 mil pessoas estão fora de casa no Brasil em decorrência das chuvas Carlos Elias Júnior/FotoArena/Estadão Conteúdo (17.fev.2022)

    Giulia AlecrimRenata Souzada CNNBeatriz Araújoda CNN*

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    Um levantamento da Agência CNN aponta que pelo menos 84.971 pessoas estão fora de casa em razão das chuvas no Brasil. A situação se concentra em sete estados. Por ordem de total de pessoas afetadas, são eles: Minas Gerais, São Paulo, Piauí, Rio de Janeiro, Goiás, Espírito Santo e Maranhão.

    O número considera desabrigados – aqueles que perderam a casa e estão em um abrigo público – e desalojados – aqueles que tiveram de deixar suas casas (não necessariamente a perderam) e não estão em abrigos, mas sim na casa de um parente, por exemplo.

    Os temporais também provocaram a morte de centenas de pessoas desde novembro do ano passado até hoje. São pelo menos 284 mortes somando os números do Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo, Piauí, Goiás e Pará.

    Em número de mortes, o estado mais atingido pelas chuvas até o momento é o Rio de Janeiro. A tragédia que aconteceu nesta semana em Petrópolis, na Região Serrana fluminense, causou ao menos 171 óbitos.

    Na sequência está São Paulo, com 48 mortes. Somente neste ano, 34 pessoas morreram em decorrências das chuvas no estado. Bahia e Minas Gerais também sofrem com temporais desde o ano passado. São 27 mortes em cada um dos estados desde 2021.

    Além disso, o país tem pelo menos 469 municípios afetados pelas chuvas ou situações de emergência e alerta. O estado de Minas Gerais conta, sozinho, 425 municípios em situação de emergência. Maranhão, Tocantins e Piauí também possuem cidades em emergência. Já o estado de São Paulo possui municípios em alerta, enquanto o Espírito Santo tem decretos para tempestades e alagamentos.

    No dia 13 de janeiro, o governo federal anunciou que preparava uma medida provisória para liberar um crédito extraordinário de R$ 2 bilhões para solucionar estragos causados pelas chuvas pelo país. Em 20 de janeiro, o ministério do Desenvolvimento Regional editou uma MP para liberação de R$ 550 milhões em verbas. Na última sexta-feira (18), o governo anunciou que mais R$ 500 milhões serão liberados nos próximos dias.

    Mais Recentes da CNN