Disparada de casos de Covid-19, análise da Anvisa sobre autotestes e mais de 19 de janeiro

Confira o '5 Fatos Manhã', com as principais notícias do dia

Fabrizio Neitzkeda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O aumento da Covid-19 que fez bater o recorde da média móvel de casos no país e a análise da Anvisa para o uso de autotestes contra a doença marcada para hoje estão entre os destaques do 5 Fatos da manhã de 19 de janeiro de 2022.

Disparada da Covid

A média móvel de casos da Covid-19 no Brasil ultrapassou a marca de 83 mil infecções e atingiu ontem (18) o maior patamar desde o começo da pandemia, superando a  marca de junho de 2021. Impulsionado pelo aumento da variante Ômicron, o índice representa crescimento de 90% nos casos em relação à semana anterior. Nas últimas 24 horas, o país registrou 137.103 novos casos da doença e 351 mortes – o maior número desde 17 de novembro.

Uso de autotestes

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve analisar hoje o pedido do Ministério da Saúde para o uso de autotestes da Covid-19 no país, segundo apuração da analista da CNN Renata Agostini. O governo acredita que a medida pode ajudar no monitoramento e no combate à doença, desafogando laboratórios e farmácias.

Carnaval no Rio

Não há como realizar os desfiles de Carnaval no Rio de Janeiro com redução de público na Marquês de Sapucaí, afirmou ontem o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), Jorge Perlingeiro. A discussão entre o grupo e a prefeitura municipal segue, com uma última reunião para decidir detalhes prevista para a próxima segunda-feira. Em São Paulo, o Sambódromo do Anhembi terá apenas 70% da capacidade liberada.

Greve de médicos

Uma liminar solicitada pela Prefeitura de São Paulo ao Tribunal de Justiça estadual (TJ-SP) impede o início da paralisação de médicos da rede municipal da capital paulista, prevista pra hoje. Entre as reivindicações da classe estão mais contratações para o setor e melhores condições de trabalho nas unidades básicas de saúde.

Movimentação no mercado

O setor de tecnologia será responsável por movimentar novas oportunidades no mercado de trabalho em 2022, com os cargos de engenheiros de softwares, cientistas de dados e especialistas em segurança cibernética entre os mais cobiçados. O cenário é apontado numa nova pesquisa feita pela rede social Linkedin e comprova a alta na área desde o começo da pandemia, que elevou o trabalho remoto no país.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN