Operação da PF investiga evasão de divisas e lavagem de dinheiro no RJ e em SP

Ação da PF, nesta terça (17), é um desdobramento da Operação Patron, que desarticulou organização criminosa ligada a Dario Messer, o "doleiro dos doleiros"

Operação Enterro dos Ossos investiga evasão de divisas e lavagem de dinheiro no Rio e em São Paulo
Operação Enterro dos Ossos investiga evasão de divisas e lavagem de dinheiro no Rio e em São Paulo Polícia Federal / Divulgação

Cleber RodriguesCamille CoutoThayana Araújoda CNN

Rio de Janeiro

Ouvir notícia

A Polícia Federal cumpre na manhã desta terça (17), no Rio e em São Paulo, 11 mandados de busca e apreensão contra pessoas e empresas investigadas pelos crimes de evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

Segundo a PF, a ação batizada de “Enterro dos Ossos” é um desdobramento da “Operação Patron”, realizada em novembro de 2019 para desarticular uma organização criminosa vinculada ao doleiro Dario Messer, conhecido como “doleiro dos doleiros”.

A operação tinha também, entre seus alvos, o ex-presidente do Paraguai, Horacio Cartes, que governou o país vizinho de 2013 a 2018. O nome — patrão, em português — é uma referência ao apelido dado pelo doleiro ao político paraguaio.

Na época, as investigações identificaram 20 milhões de dólares que teriam sido ocultados por Dario Messer, dos quais 17 milhões foram colocados em um banco do arquipélago caribenho das Bahamas e o restante dividido entre doleiros, casas de câmbio, políticos e empresários do Paraguai.

No Rio, os mandados são cumpridos em áreas nobres, como em um condomínio de luxo na Barra da Tijuca, zona oeste da capital, onde segundo a PF, os agentes estão em busca de “elementos que corroborem para a prática de lavagem de dinheiro e evasão de divisas em paraísos fiscais.”

Os mandados foram expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

*Com informações de Gabriela Coelho

Mais Recentes da CNN