Pazuello volta de Manaus nesta quarta e prepara defesa para inquérito

Ministro da Saúde pediu à equipe jurídica da pasta um levantamento das ações dele desde que foi comunicado sobre a situação do Amazonas

Igor Gadelhada CNN

Ouvir notícia

 

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, voltará de Manaus para Brasília nesta quarta-feira (27). O retorno ocorrerá cinco dias após ele desembarcar na cidade “sem voo de volta” para acompanhar de perto as ações para minimizar o colapso na saúde no Amazonas.

Segundo auxiliares, o general deve retornar à capital federal até a noite desta quarta-feira, porque acredita que “já cumpriu sua missão” em Manaus. Nesses últimos dias, ele participou de reuniões, deu entrevistas e inaugurou novos leitos em hospitais da cidade.

Pazuello desembarcou na capital manauara na noite de sábado, horas após a Procuradoria-Geral da República (PGR) pedir abertura de inquérito para apurar suposta omissão do ministro da Saúde em relação à crise vivida pelo Amazonas desde o início do mês.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em Manaus
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em Manaus
Foto: Divulgação/Caio de Biasi/MS

Levantamento

Segundo apurou a CNN, Pazuello pediu à equipe jurídica do ministério um levantamento completo do histórico de ações dele e da pasta desde que foi oficialmente comunicado por autoridades do Amazonas sobre a situação da saúde no Estado.

A ideia é entregar as informações à PGR. Auxiliares do ministro ressaltaram que ele já tinha prometido entregar esse levantamento ao procurador-geral da República, Augusto Aras, antes mesmo da abertura do inquérito. Os dois se reuniram na última quinta-feira (21).

O levantamento também deve embasar a defesa de Pazuello no STF. O ministro Ricardo Lewandowski, que autorizou o inquérito, estabeleceu prazo de cinco dias para o general ser ouvido. Como ministro de Estado, ele tem o direito de ser combinar dia, hora e local para o depoimento.

O inquérito terá duração de 60 dias. A Polícia Federal já recebeu nesta terça-feira (26) o pedido para começar a investigação. A expectativa é de que o delegado da PF responsável pela investigação seja anunciado ainda nesta quarta-feira.

Mais Recentes da CNN