Pedido para federalizar Fernando de Noronha e mais da noite de 25 de março

5 Fatos Noite, apresentado por Soraya Lauand, repercute as principais notícias do Brasil e do mundo

Gabriel Fernedada CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O pedido do governo federal para federalizar Fernando de Noronha e a ocupação de leitos de UTI Covid-19 abaixo de 60% em todos os estados do Brasil estão entre os destaques da noite desta sexta-feira, 25 de março de 2022.

Inquérito sobre irregularidades no MEC

A Polícia Federal (PF) instaurou inquérito para apurar irregularidades no repasse de verbas do Ministério da Educação (MEC). A decisão atende a um pedido da Controladoria-Geral da União (CGU), que identificou supostas fraudes na distribuição do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Federalização de Fernando de Noronha

O governo federal apresentou uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a federalização de Fernando de Noronha, que hoje pertence ao estado de Pernambuco. O governo alega que o estado está descumprindo termos de contrato.

Ocupação de leitos de UTI abaixo de 60%

Pela primeira vez desde julho de 2020, a ocupação de leitos de UTI para Covid-19 está abaixo de 60% em todos os estados do Brasil. O índice mostra todas unidades da federação fora da zona de alerta. Os dados são do Observatório Covid-19 da Fiocruz.

Auxílio dos Estados Unidos à Polônia

Os Estados Unidos anunciaram um auxílio de US$ 1 bilhão para a Polônia para ajuda humanitária a refugiados. O objetivo é fornecer comida, cobertores, cuidados médicos e serviço de saúde as pessoas que tiveram que deixar a Ucrânia por conta da guerra.

Anitta Top 1 do Spotify

A cantora Anitta chegou ao Top 1 do Spotify global. A música “Envolver”, cantada em espanhol, é a mais ouvida no mundo, e teve 6,3 milhões de reproduções. Anitta é a primeira cantora solo latina a alcançar a marca.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN