Quem decide sobre as eleições é a Constituição, diz vice-presidente da Câmara

Marcelo Ramos rechaça as falas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que colocam em xeque a realização das eleições em 2022

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Diante do quadro de tensão institucional entre os poderes da República e as Forças Armadas, o vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), se posicionou em suas redes sociais.

Em vídeo, Ramos rechaça as falas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que colocam em xeque a realização das eleições em 2022 e diz que quem define estas questões é a Constituição Federal.

“Não é o presidente da República que decide ou escolhe se tem ou não tem eleição. Quem decide se tem e quando tem eleição é a Constituição Federal. Não é dado ao poder legislativo, judiciário ou Forças Armadas escolher de que lado ficar. Eles têm o dever de ficar ao lado da Constituição que eles juraram respeitar e defender,” disse Ramos em seu Twitter.

Pela manhã, o presidente Jair Bolsonaro voltou a ameaçar a realização das eleições em 2022, em conversa com apoiadores em Brasília. Sem provas, Bolsonaro acusou Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de promover fraude do pleito presidencial. 

O deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM)
O deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM)
Foto: Marcelo Camargo – 25.abr.2019/ ABr

Mais Recentes da CNN