Fiocruz recebe nova remessa de IFA neste sábado

Ingredientes Farmacêuticos Ativos (IFA) serão usados para a produção de 12 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 da AstraZeneca/Oxford

Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo
22 de maio de 2021 às 04:30 | Atualizado 22 de maio de 2021 às 09:36
Profissional da saúde prepara vacina AstraZeneca-Oxford para aplicação
Profissional da saúde prepara vacina AstraZeneca-Oxford para aplicação
Foto: Valentyn Ogirenko/Reuters (5.mar.2021)

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebe, neste sábado (22), uma nova remessa de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) com dois lotes para a produção da vacina contra a Covid-19. A entrega acontece por meio do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos)

Inicialmente, a fundação havia informado que apenas um lote chegaria neste sábado. De acordo com a Fiocruz, houve uma antecipação da remessa que estava prevista para o dia 29 de maio. Com isso, o insumo recebido hoje será suficiente para produzir cerca de 12 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca. 

Os dois lotes chegam neste sábado (22) às 17h50, no Aeroporto Internacional do Galeão. 

Segundo a Fiocruz, com as novas remessas as entregas de vacinas estão asseguradas até a terceira semana de junho. 

Nesta sexta-feira (21) a Fiocruz enviou ao Ministério da Saúde mais 6,1 milhões de doses do imunizante da AstraZeneca contra a Covid-19. O carregamento chega neste sábado ao centro de distribuição do ministério.

Desse total, 374 mil doses ficam no Rio de Janeiro para entrega ao estado, informou o Ministério da Saúde. 

A Fundação Oswaldo Cruz já produziu e entregou mais de 30 milhões de doses da vacina ao Ministério da Saúde. Outras 4 milhões de doses foram importadas prontas da Índia, onde foram produzidas pelo Instituto Serum.