Benefícios da vacina são maiores que efeitos colaterais, diz diretor da SBIm

"Até o momento não há nenhuma reação que seja expressivamente mais importante do que a doença que estamos tentando prevenir com a vacina,” diz Renato Kfouri

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Mesmo após órgãos de saúde dos Estados Unidos recomendarem a paralisação do uso da vacina da Janssen por causa do surgimento de coágulos em mulheres que tomaram a medicação, o diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), Renato Kfouri, negou que os efeitos colaterais sejam maiores que os benefícios da vacina e classificou os incidentes como “extremamente raros”.

“Foram mais de 6 milhões de doses da vacina da Janssen nos EUA e 6 casos de coágulos e ainda se estuda se isso tem a ver com o medicamento. Outras vacinas têm reações raras, como a da febre amarela,” diz Kfouri.

 

“Todo remédio que tomamos traz uma série de efeitos colaterais e até o momento não há nenhuma reação que seja expressivamente mais importante do que a doença que estamos tentando prevenir.”

O diretor da SBIm disse também que o número de casos relatados de problemas com a vacina da Janssen é menor do que os que surgiram com a vacina da AstraZeneca e ressaltou que os casos de coágulos estão concentrados em mulheres abaixo de 55 anos.

Vacina da Janssen/Johnson & Johnson
Vacina da Janssen/Johnson & Johnson
Foto: Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo

 

Mais Recentes da CNN