Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Novos casos de Covid entre crianças passam de 1 milhão nos EUA pela 1ª vez

    Academia Americana de Pediatria apontam que crianças representam um quarto dos casos semanais

    Variante Ômicron causa pico de casos entre crianças nos EUA
    Variante Ômicron causa pico de casos entre crianças nos EUA Reuters

    Jen Christensenda CNN

    Ouvir notícia

    Os novos casos de Covid-19 entre crianças nos EUA superaram 1 milhão na semana passada pela primeira vez desde que a Academia Americana de Pediatria começou a rastrear casos, disse o grupo nesta terça-feira (25).

    Na semana que terminou em 20 de janeiro, houve pelo menos 1,15 milhão de novos casos, uma taxa quase cinco vezes maior do que o pico do aumento do inverno passado, informou o grupo.

    De acordo com o Academia de Pediatria, as crianças (que constituem 22% da população dos EUA) agora representam 25,5% do total de casos semanais relatados. Desde o início de setembro, quase 5,6 milhões de novos casos foram relatados entre crianças.

    O grupo disse que esta foi a 24ª semana seguida em que mais de 100.000 crianças testaram positivo para o vírus.

    “À medida que nos aproximamos do aniversário de dois anos da pandemia, os casos de Covid-19 entre crianças e adolescentes são os mais altos de todos os tempos”, disse a Moira Szilagyi, presidente da academia, em comunicado. “Esses números são impressionantes.”

    Apesar das notícias preocupantes, as crianças ainda são estatisticamente menos propensas do que os adultos a serem hospitalizadas com Covid-19, e dados de estados que relatam internações por idade mostraram que as taxas de hospitalização foram aproximadamente as mesmas da semana anterior.

    O grupo também relata que as mortes continuam representando uma pequena porcentagem do total de casos entre crianças, com 0,26% dos casos resultando em morte.

    Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças relatam que pelo menos 1.140 crianças morreram de Covid-19 desde o início da pandemia.

    No entanto, o número de infecções continua a aumentar devido à alta taxa de transmissão da variante Ômicron e porque as crianças continuam sendo as menos vacinadas de qualquer faixa etária, apesar do fato de que a vacina Pfizer-BioNTech agora é elegível para maiores de cinco anos.

    Vacinação de crianças contra a Covid-19 no Brasil:

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN