Projeção que Ômicron será a última variante é precoce, diz vice-diretor da Opas

Jarbas Barbosa argumenta não haver dados científicos que reforcem a afirmação e que outras cepas do coronavírus podem aparecer a qualquer momento

Douglas Portoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O vice-diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Jarbas Barbosa, afirmou nesta quarta-feira (12), em entrevista à CNN, que considera ser precoce realizar projeções mostrando que a Ômicron será a última variante do coronavírus a surgir.

“É extremamente precoce nós fazermos qualquer tipo de projeção de que a Ômicron vai ser a última variante. Não há nenhum dado científico que apoie essa afirmação. Outras variantes podem ocorrer amanhã, daqui a uma semana, um mês. Isso é absolutamente imprevisível”, analisou.

“O que sabemos até agora é que a Ômicron é três vezes mais transmissível que o vírus original. Ela se transmite de maneira muito rápida. Felizmente, por uma combinação de características dessa variante, ela não está produzindo tantas formas graves como as anteriores, o que explica, em parte, termos um crescimento muito importante do número de casos”, continuou.

Veja a íntegra da entrevista no vídeo acima.

Mais Recentes da CNN