Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    OVNI ou balão meteorológico? Entenda imagem divulgada pela Nasa

    Nasa explicou que análise de fenômenos aéreos não identificados é enfraquecida por ausência de dados

    ÓVNI ou balão? Segundo a Nasa, este é um balão meteorológico após lançamento na estação meteorológica de Cabo Canaveral, na Flórida
    ÓVNI ou balão? Segundo a Nasa, este é um balão meteorológico após lançamento na estação meteorológica de Cabo Canaveral, na Flórida Nasa

    Flávio Ismerimda CNN

    São Paulo

    A Nasa, agência espacial dos Estados Unidos, reuniu um grupo de cientistas independentes para entender como pode contribuir para o estudo de OVNIs e apresentou, nesta quinta-feira (14), informações sobre “fenômenos aéreos não identificados” (UAPs, na sigla em inglês).

    Foi o caso de um balão meteorológico que foi visto no céu da Flórida após ser lançado pela estação meteorológica de Cabo Canaveral que foi confundido com um OVNI. Segundo o relatório, “há vários balões e drones no ar em qualquer momento” e os dados para investigar os objetos voadores são escassos.

    A agência busca trazer métodos científicos para a análise de OVNIs e ajudar o Escritório de Resolução de Anomalias do Departamento de Defesa dos EUA a melhorar a pesquisa sobre o assunto e chegar a conclusões mais objetivas.

    O escritório, segundo o estudo, já tem calibrado os radares militares para entender quais tipos de materiais são identificados como balões, drones e aeronaves — por exemplo — e quais passam ilesos pelos sensores por falta de dados.

    Relatório da Nasa sobre OVNIs: veja o que a agência diz sobre os fenômenos

    A Nasa apresentou, nesta quinta-feira (14), um relatório encomendado para levantar possibilidades sobre como a agência pode contribuir cientificamente com a análise de OVNIs (objetos voadores não identificados), agora chamados por ela de “fenômenos aéreos não identificados”.

    O diretor da Nasa, Bill Nelson, durante pronunciamento feito na manhã desta quinta-feira, informou que o estudo mostrou que a agência pode usar dados, inteligência artificial e machine learning para investigar OVNIs e tornar todas as informações públicas para combater o sensacionalismo em torno da questão.

    “[Encomendamos esse relatório] com algumas metas em mente: entender como a Nasa pode estudar OVNIs de uma perspectiva científica, mudar a conversa de sensacionalismo para ciência e ter certeza de que as informações sobre o que encontrarmos ou recomendarmos sejam compartilhadas de forma transparente pelo mundo”, declarou Nelson.

    Ele anunciou ainda a criação de uma diretoria de pesquisa de OVNIs, que terá a tarefa de desenvolver e coordenar a visão da Nasa sobre as pesquisas de OVNIs.

    Veja mais detalhes do relatório na matéria completa neste link.

    Veja também: Supostos corpos de extraterrestres são exibidos no Congresso do México