Conheça 5 restaurantes coreanos em Curitiba

A onda coreana chegou à capital paranaense trazendo ótimas opções de restaurantes e empórios repletos de sabores únicos

Bibimbap do Yü Cozinha Oriental; prato é um dos mais populares da culinária coreana
Bibimbap do Yü Cozinha Oriental; prato é um dos mais populares da culinária coreana Caroline Grimm

Caroline Grimmcolaboração para o Viagem & Gastronomia Curitiba

Praticamente desconhecida no Brasil há 10 anos, a culinária coreana foi trazida para cá no embalo do sucesso dos K-dramas (também conhecidos por “doramas”) e do K-pop. Fato é que agora pipocam estabelecimentos em Curitiba repletos da cultura deste país asiático.

A nível mundial, o sucesso foi fruto de um grande investimento do governo da Coreia do Sul no final dos anos 1990 para a expansão da cultura pop coreana. Hoje em dia, este movimento é apelidado de “onda coreana” ou hallyu.

Se anos antes o sushi e o sashimi viraram febre, hoje o kimchi, que é um alimento fermentado feito de hortaliças, considerado a base da alimentação dos coreanos, é a grande aposta dos chefs, mesmo em restaurantes não-coreanos.

Pilares da culinária coreana

A comida sul-coreana é conhecida por apresentar uma grande fusão de sabores, passeando do adocicado ao apimentado em uma única garfada. Há presença de muitos vegetais, como a acelga, o nirá, a raiz de bardana, a raiz de lótus, o broto de soja e khaennip (folha de gergelim selvagem).

Cinco ingredientes, no entanto, são os pilares da culinária do país: óleo de gergelim, ganjang (molho de soja), gochujang (pasta de pimenta fermentada), doenjang (missô coreano, mais forte do que o missô japonês, feito exclusivamente de soja e água salgada) e pimenta em pó. Não gosta de pimenta? Há pratos não apimentados também!

Com a “onda coreana” em mente, confira abaixo cinco lugares para conhecer um pouco da culinária do país asiático em Curitiba: 

  • Yoribogo – Restaurante coreano

Prato coreano do restaurante Yoribogo, em Curitiba
Ramyeon do Chef, lamen bem apimentado do Yoribogo / Caroline Grimm

O pequeno espaço foi inaugurado no segundo semestre de 2023 e está localizado na praça de alimentação do Spot Compact Mall. O atendimento é feito pelo próprio dono, que mora no Brasil há 20 anos e é pura simpatia.

Se você é fã de pimenta, e estiver frio, pode apostar no Ramyeon do Chef (R$ 35), que é um lamen coreano bem apimentado e saboroso, servido com kimchi, claro. Outra ótima opção é o Tteokbokki (R$ 35), prato icônico da culinária coreana. Consiste em uma massa de arroz glutinoso servida com um molho vermelho apimentado e levemente adocicado, massa de peixe, salsicha e ovo cozido.

Para beber há diversas bebidas coreanas alcoólicas, como o típico Soju, e não-alcoólicas, como o refrigerante coreano.

Yoribogo: Rua Vicente Machado, 520 – loja 8 – Centro, Curitiba – PR / Sem telefone / Horário de funcionamento: segunda-feira, das 11h30 às 21h; terça, das 11h30 às 15h; quarta a sábado, das 11h30 às 21h.

  • Saiso Korean Food Market

Kimbap, sushi coreano composto por alga marinha, salsicha, presunto, omelete, cenoura, pepino, nabo amarelo e massa de peixe
Kimbap do Saiso, sushi coreano composto por alga marinha, salsicha, presunto, omelete, cenoura, pepino, nabo amarelo e massa de peixe / Caroline Grimm

O Saiso funciona como um restaurante e empório de produtos coreanos, sendo destino certo para o almoço dos trabalhadores da região em busca de uma refeição fora do usual.

Boas opções de entrada são o JjimPam de Porco (R$ 18 por 3 unidades), que é um bolinho de carne suína a vapor, ou o clássico da comida de rua coreana Corn Dog Misto (R$ 18). Trata-se de uma salsicha espetada em um palito, intercalada com queijo, empanada em uma massinha levemente adocicada e farinha panko, polvilhada com açúcar e finalizada com ketchup, mostarda e maionese. Estranho? Talvez, mas dá certo, acredite.

Caso queira algo mais leve, peça o Kimbap (R$ 22), um sushi coreano composto por alga marinha, salsicha, presunto, omelete, cenoura, pepino, nabo amarelo e massa de peixe. De principais vá de Chapaguetti (R$ 35), que é um noodle com tempero à base de soja, feijão preto tostado e azeite, e um ovo estrelado por cima. Nada apimentado — se você gostar de pimenta, é só pedir para vir mais.

Saiso Korean Food Market: Rua Nunes Machado, 30 – Centro, Curitiba – PR / Tel.: (41) 98723-4385 / Horário de funcionamento: segunda-feira a sábado, das 11h30 às 15h e das 18h às 22h.

  • Yü Cozinha Oriental

Salão do Yü, restaurante de cozinha oriental no centro de Curitiba
Salão do Yü, restaurante de cozinha oriental no centro de Curitiba / Caroline Grimm

Um dos primeiros restaurantes do ramo em Curitiba, o Yü tem um ambiente amplo, ótimo para almoços em grupo. O local serve todos os dias um buffet por quilo no almoço com pratos asiáticos, mas serve também um menu coreano à la carte.

O prato clássico é um dos mais populares da culinária coreana, o Bibimbap (R$ 55). Significa “arroz mesclado”, e consiste em arroz branco coberto com carne e vegetais, que chegam todos separados, com um ovo estalado por cima. Tudo deve ser misturado à mesa e temperado com óleo de gergelim, a pimenta coreana gochujang e kimchi. Imperdível.

Yü Cozinha Oriental: Praça General Osório, 485 – Centro, Curitiba – PR / Telefone: (41) 3232-3500 / Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 11h30 às 15h; sábado e domingo, das 12h às 15h.

  • Shiny’s Kitchen Curitiba

Carbonara coreano do Shiny´s Kitchen Curitiba
Carbonara coreano chega com molho bem apimentado e acompanha salada de repolho e milho e arroz / Caroline Grimm

A pequena portinha, que fica no fundo de uma galeria na praça Osório, divide espaço com diversos outros estabelecimentos em uma praça de alimentação. O atendimento é sempre amigável e a comida fica pronta rapidamente.

Prato obrigatório é o Corn Dog Misto (R$ 15), que tem uma massa bem fofinha e leve, um empanamento perfeito e um queijo que vem derretendo. É altamente viciante.

Já a inovação fica por conta do Carbonara coreano (R$ 36,90), que é um noodle com um molho bem apimentado, que também leva queijo, alho e caldo de frango. Acompanha salada de repolho e milho e arroz.

Shiny’s Kitchen Curitiba: Praça General Osório, 333 – loja 18 – Centro, Curitiba – PR / Sem telefone / Horário de funcionamento: terça-feira a sábado, das 11h às 15h; fechado aos domingos e às segundas. 

  • Yami Asian Food

Prato de Missô Lamen do restaurante Yami Asian Food, em Curitiba
Missô Lamen consiste em noodle em caldo suíno temperado com missô, com fatias de barriga de porco, ovo cozido, cenoura, broto de feijão, alga e cebolinha / Caroline Grimm

O Yami já é um restaurante coreano tradicional da praça Osório. Com ambiente mais contemporâneo, traz mesas compartilhadas e é comum ver grupos de asiáticos almoçando e conversando animadamente em um idioma totalmente incompreensível para os ocidentais.

Uma boa opção, especialmente para os dias frios, é o Missô Lamen (R$ 42), que consiste em um macarrão tipo noodle em um caldo suíno temperado com missô, com fatias de Char Siu (barriga de porco), ovo cozido, cenoura, broto de feijão, alga e cebolinha.

Outra opção mais ousada é o Japchae Bap (R$ 49), que é um macarrão de batata doce refogado com óleo de gergelim, molho de soja, carne e legumes. O macarrão, que é transparente e mais elástico, torna o prato uma experiência única.

Yami Asian Food: Praça General Osório, 447 – Centro, Curitiba – PR / Tel.: (41) 3029-4840 / Horário de funcionamento: segunda-feira a sábado, das 11h30 às 16h.

*Os textos publicados pelos Insiders não refletem, necessariamente, a opinião do CNN Viagem & Gastronomia.

Sobre Caroline Grimm

A criadora de conteúdo gastronômico Caroline Grimm
A criadora de conteúdo gastronômico Caroline Grimm / Caroline Grimm

Curitibana, médica de formação e gastrônoma de coração, Caroline Grimm também é criadora de conteúdo e acumula milhares de seguidores nas redes sociais. Como ela mesma descreve, vive para cozinhar, comer, beber e viajar – não necessariamente nesta ordem, mas sempre em busca das melhores experiências.