Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Campanha de Donald Trump ataca Joe Biden após condenação do filho do presidente

    Hunter Biden foi considerado culpado por posse ilegal de arma

    Ex-presidente dos EUA Donald Trump
    Ex-presidente dos EUA Donald Trump 09/03/2024REUTERS/Alyssa Pointer

    Kristen Holmesda CNN

    A campanha de Donald Trump atacou o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, em uma declaração após a condenação de Hunter Biden, filho do democrata, por posse ilegal de arma.

    Na declaração inicial obtida pela CNN, a campanha escreveu: “Este julgamento não passou de uma distração dos crimes reais da Família do Crime Biden, que arrecadou dezenas de milhões de dólares da China, Rússia e Ucrânia”.

    Não há evidências de que Joe Biden tenha recebido grandes somas de dinheiro da China ou tenha enriquecido de outra forma como resultado dos negócios de seu filho no exterior.

    “O reinado do corrupto Joe Biden sobre o Império Criminoso da Família Biden chegará ao fim em 5 de novembro, e nunca mais um Biden venderá acesso governamental para lucro pessoal. Quanto a Hunter, desejamos a ele boa recuperação e processos legais”, pontuou o texto.

    Posteriormente, a campanha de Trump enviou uma declaração atualizada, retirando os votos de boa recuperação a Hunter.

    Biden diz que aceita veredito

    Em sua primeira declaração após a condenação de seu filho Hunter Biden por acusações de posse ilegal de arma, o presidente Joe Biden disse que aceita o resultado do caso e que continuará respeitando o processo judicial.

    “Como disse na semana passada, aceitarei o resultado deste caso e continuarei respeitando o processo judicial enquanto Hunter considera um recurso”, destacou.

    O presidente dos Estados Unidos afirmou anteriormente que não concederá perdão presidencial ao filho.

    Veja a declaração completa de Biden através desta matéria.