Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ninguém está acima da lei, diz procurador após condenação do filho de Biden

    Advogado especial que apresentou o caso contra Hunter Biden disse que a condenação não era “apenas sobre vício”, mas sobre “escolhas ilegais”

    Hunter Biden (ao centro), filho do presidente dos EUA, Joe Biden
    Hunter Biden (ao centro), filho do presidente dos EUA, Joe Biden 10/01/2024REUTERS/Kevin Lamarque

    Da CNN

    David Weiss, o procurador especial nomeado no ano passado para supervisionar as investigações do caso de Hunter Biden, disse que ninguém está acima da lei, depois que o filho do presidente dos Estados Unidos foi condenado por três acusações federais de posse ilegal de arma, nesta terça-feira (11).

    “Ninguém neste país está acima da lei. Todos devem ser responsabilizados pelas suas ações, até mesmo este réu”, disse o advogado que investigou o filho do presidente dos EUA.

    Weiss acrescentou: “No entanto, Hunter Biden não deve ser mais responsabilizado do que qualquer outro cidadão condenado pela mesma conduta. A acusação esteve e continuará a estar comprometida com este princípio”.

    O procurador especial disse em uma entrevista coletiva, nesta terça-feira (11), depois que um júri em Delaware nos EUA condenou o filho de Joe Biden por três acusações, que o julgamento foi uma “tarefa difícil”.

    O procurador especial também afirmou que o caso “não era apenas sobre vício”, mas sobre as “escolhas ilegais” que Hunter Biden fez enquanto usava drogas.

    “Em última análise, este caso não era apenas sobre dependência, uma doença que assombra famílias em todos os Estados Unidos, incluindo a família de Hunter Biden. Este caso era sobre as escolhas ilegais que o réu fez enquanto estava no auge do vício”, disse Weiss.

    O advogado ainda agradeceu ao procurador-geral Merrick Garland, bem como à equipe de acusação que trabalhou no caso de posse de armas contra Hunter Biden, filho do presidente americano Joe Biden.

    “Quero agradecer ao procurador-geral Garland por fornecer o apoio necessário para cumprir a nossa missão, garantindo que temos a independência para prosseguir adequadamente as nossas investigações e processos”, disse o advogado.

    O procurador especial não respondeu a nenhuma pergunta, citando “julgamentos adicionais e trabalho investigativo a serem feitos”.

    Promotor de Biden: o caso não era sobre vício, mas sobre escolhas ilegais feitas para obter uma arma / UNRESTRICTED POOL VIA REUTERS

    David Weiss foi quem apresentou o caso contra Hunter Biden no Departamento de Justiça dos EUA.

    Weiss foi nomeado em 2017 sob Trump como procurador dos EUA para o Distrito de Delaware, e a administração Biden pediu que mantivesse o cargo em 2021 enquanto continuava a investigação sobre Hunter Biden. No ano passado, o advogado foi nomeado como procurador especial para supervisionar as investigações do caso

    Nesta terça-feira (11), Hunter Biden foi condenado pelas três acusações federais de posse de arma ilegal por um júri em Delaware.

    “Sua escolha de mentir em um formulário do governo quando comprou uma arma. E a escolha de então possuir essa arma. Foram essas escolhas e a combinação de armas e drogas que tornaram sua conduta perigosa”, disse Weiss em entrevista coletiva nesta terça-feira (11).

    As acusações resultaram de um revólver que Hunter Biden comprou em outubro de 2018 em uma loja de armas de Delaware, nos Estados Unidos.

    As duas primeiras acusações foram por mentir sobre o uso de drogas em um formulário de verificação de antecedentes federais, e a terceira acusação foi por posse de arma enquanto era viciado ou usava drogas ilegais.

    Hunter Biden também enfrenta acusações em um caso fiscal separado que será julgado na Califórnia em setembro.

    A acusação do caso na Califórnia, também apresentada por Weiss, acusa Hunter Biden de não declarar e pagar os seus impostos dentro dos prazos e de se envolver em um esquema de evasão fiscal ao apresentar declarações fiscais falsas e falsificar os livros da folha de pagamentos da sua empresa.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original