Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Super tufão Goni atinge Filipinas com ventos catastróficos e chuvas intensas

    O fenômeno é a tempestade mais forte do mundo em 2020 até agora

    Passagem do tufão Goni pelas Filipinas
    Passagem do tufão Goni pelas Filipinas Foto: Reprodução - 01.nov.2020 / Christopher Romero via Reuters

    Um super tufão atingiu províncias ao sul da ilha de Luzon, nas Filipinas, neste domingo (1), provocando ventos “catastróficos” e chuvas intensas, informou a agência meteorológica local. Ao menos quatro pessoas morreram e há relatos de falta de energia, danos estruturais e inundações.

    O tufão Goni é a tempestade mais forte do mundo em 2020 até agora. Ele tocou solo com ventos sustentados de 225 km/h e rajadas de até 310 km/h – correspondente a um furacão de categoria 5 no Atlântico. Pouco depois, perdeu força e registrou ventos sustentados de 215 km/h e rajadas de 290 km/h.

    Assista e leia também:
    Ciclone, tufão, furacão, tempestade: a diferença entre esses fenômenos naturais
    Tufão Molave toca solo no Vietnã e pode agravar estragos causados por inundações
    Passagem do furacão Zeta deixa 6 mortos e milhões sem eletricidade nos EUA

    Um vídeo obtido pela agência de notícias Reuters mostra um telhado voando e chuvas torrenciais em partes das Filipinas. 

    Autoridades haviam retirado quase 1 milhão de pessoas de algumas áreas e movido o grupo para locais seguros, antes do Goni se aproximar das províncias ao leste do país e tocar o solo em Catanduanes e Albay, na região de Bicol. Até 31 milhões de pessoas podem ser afetadas.

    Segundo as projeções, a capital do país, Manila, também estava no caminho do Goni. Antes dele, o tufão Molave causou alagamentos no país e matou 22 pessoas.