Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Turquia prende contrabandista de aranhas que seria curador de museu dos EUA

    Na bagagem do suspeito havia sacos contendo cerca de 1.500 escorpiões e aranhas, incluindo tarântulas

    Turquia prende contrabandista de aranhas que seria curador de museu dos EUA
    Turquia prende contrabandista de aranhas que seria curador de museu dos EUA REUTERS

    Da Reuters

    A polícia turca prendeu um homem suspeito de tentar contrabandear aranhas e escorpiões venenosos valiosos para fora do país. Na segunda-feira (13), a mídia estatal identificou o suspeito como sendo o curador no Museu de História Natural de Nova York.

    O homem foi preso no aeroporto de Istambul no domingo (12). A polícia também apreendeu dezenas de sacos em sua bagagem contendo cerca de 1.500 escorpiões e aranhas, incluindo tarântulas, além de dezenas de garrafas plásticas contendo líquidos não especificados, disse a polícia.

    A agência de notícias estatal Anadolu informou que o suspeito era Lorenzo Prendini, um curador no museu americano, sem especificar a fonte da informação.

    O Museu de História Natural de Nova York não respondeu imediatamente a um pedido de comentário e Prendini não pôde ser encontrado.

    A polícia disse que os espécimes apreendidos eram endêmicos da Turquia e que seu DNA poderia ser copiado e seus venenos extraídos para uso na fabricação de medicamentos. O suspeito enfrenta acusações sob a lei anticontrabando, acrescentou.

    “Entende-se que esses medicamentos têm valores financeiros muito altos e, portanto, levar essas espécies animais para o exterior é estritamente proibido”, disse.

    Segundo a polícia, pesquisas mostram que o valor de mercado de um litro de medicamento obtido a partir de veneno de escorpião vale US$ 10 milhões.