Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Chuvas no RS: equipes correm com resgates para aproveitar trégua antes de o tempo virar

    Número de mortes no estado chegou a 78. Pelo menos 105 pessoas ainda estão desaparecidas

    André Rigueda CNN

    A principal preocupação das equipes de socorro é aproveitar a trégua nas chuvas para resgatar vítimas que ficaram isoladas por conta dos alagamentos que atingiram 341 municípios de um total de 497 no Rio Grande do Sul. O número de mortes no estado chegou a 78. Pelo menos 105 pessoas ainda estão desaparecidas.

    O volume das águas diminuiu na maior parte das cidades do interior. Em Lajeado, foi possível observar os estragos provocados pela cheia do Taquari, que praticamente consumiu a rodovia Governador Leonel de Moura Brizola (Br-386), que liga Lajeado ao município de Estrela.

    O Comando Militar do Sul (CMS) informou que a previsão meteorológica é de uma janela de bom tempo em maior parte do Estado entre este domingo (5) e a próxima terça-feira (7), o que é considerado uma “boa notícia”.

    Um bebê e uma mulher grávida de gêmeos foram resgatados de helicóptero por militares da Marinha na manhã deste domingo (5).

    Segundo militares em entrevista coletiva em Porto Alegre, deve haver chuvas nesta segunda (6) apenas no extremo sul do Rio Grande do Sul.

    Guaíba na casa de 5,30 metros

    O lago Guaíba chegou a atingir 5,31 metros neste domingo (5), níveis recordes na história de Porto Alegre. A marca anterior era de 4,76 metros, ocorrida em 1941. A prefeitura emitiu alerta para inundações catastróficas na capital.

    Segundo a prefeitura, são 60 vias totalmente bloqueadas em Porto Alegre, e 13 com bloqueios parciais. Diversas placas de carros que se perderam com os alagamentos foram recolhidas.

    Donos de barcos podem fazer resgate

    Donos de embarcações e motos aquáticas estão autorizados a auxiliar nas ações de resgate nas enchentes no Rio Grande do Sul. Segundo a Defesa Civil do estado, não há exigência de habilitação para conduzir esses meios de transporte.

    A resolução veio diretamente do governo estadual, por meio do Gabinete de Crise, e visa ampliar a capacidade de ação das autoridades. A prioridade deve ser ajuda no resgate de vítimas e evacuação de áreas afetadas pela água e com acesso por terra impossibilitado.

    Lula pede liberação de emendas parlamentares

    Em entrevista coletiva concedida neste domingo (5), o presidente Lula anunciou ajuda federal para o Rio Grande do Sul e pediu que parlamentares liberem emendas para o estado, atingido por fortes temporais há dias.

    “Sei que os deputados têm um monte de emendas. Se cada deputado liberar emendas para o Rio Grande do Sul, serão alguns milhões [de reais] que você [Eduardo Leite] terá imediatamente”, disse.

    A fala do presidente foi direcionada ao governador Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul. Também estavam presentes os presidentes do Senado e da Câmara, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) e Arthur Lira (PP-AL). Outros parlamentares acompanhavam a coletiva.

    Loja da Havan em Lajeado

    As fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul desde o começo da semana deixaram a unidade da loja da Havan, da cidade de Lajeado, coberta pela água. As imagens ganharam repercussão pela magnitude. A própria rede de lojas publicou nas redes sociais como ficou a estrutura após as águas baixarem.