Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Justiça Militar irá investigar homicídio de idoso morto por PM em São Paulo

    Caso aconteceu na última terça-feira (7) no bairro do Tatuapé, zona leste da capital paulista

    Clóvis Marcondes de Souza, de 70 anos, estava a caminho da farmácia quando foi baleado.
    Clóvis Marcondes de Souza, de 70 anos, estava a caminho da farmácia quando foi baleado. Reprodução: Redes Sociais

    Rafael Villarroelda CNN*

    São Paulo

    O Tribunal de Justiça Militar irá investigar a morte do idoso Clóvis Marcondes de Souza, de 70 anos, que estava a caminho da farmácia quando foi atingido por um disparo acidental vindo de um policial militar, durante uma perseguição a suspeitos.

    O tiro, que seria direcionado aos suspeitos, acabou atingindo a vítima que transitava pela calçada no momento da ação.

    Segundo a Secretária de Segurança Pública, o socorro foi acionado imediatamente. Apesar dos esforços, o homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Não houve registro de boletim de ocorrência do homicídio.

    O PM responsável pelos disparos permanece preso preventivamente no presídio militar Romão Gomes.

    Em nota à CNN, a Secretária de Segurança Pública afirmou que “conforme previsto no Código Penal Militar, por se tratar de um crime culposo, cometido por um policial militar em serviço, o caso foi registrado junto à Polícia Judiciária Militar, que está à frente da investigação”

    *(Sob supervisão de Felipe Andrade)