Marília Mendonça: IML receberá material coletado dos corpos neste domingo

Material vai ajudar a perícia a identificar o que provocou a morte da cantora e dos outros quatro ocupantes de voo que caiu nesta sexta-feira

Destroços da aeronave com a matrícula PT-ONJ, que levava a cantora Marília Mendonça
Destroços da aeronave com a matrícula PT-ONJ, que levava a cantora Marília Mendonça Divulgação/Polícia Militar de Minas Gerais

Thayana Araújoda CNN

no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

A Polícia Civil confirmou à CNN que vai entregar ao Instituto Médico Legal de Belo Horizonte o material coletado dos corpos de Marília Mendonça e das outras quatro vítimas da queda da aeronave às 5h da manhã deste domingo (07).

As equipes empenhadas sairão cedo para chegar ao IML no fim desta madrugada. Segundo o delegado responsável pelas investigações, Ivan Sales, a ideia é agilizar o trabalho dos peritos para que a análise já comece ainda pela manhã. O delegado regional de Caratinga, explicou que este material inclui o sangue, urina entre outros fluidos.

 

As equipes da Polícia Civil finalizaram a perícia no local ainda neste sábado (6), enquanto o trabalho das equipes do 3º Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, regional do Rio de Janeiro do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), segue até este domingo (7).

O material coletado dos corpos vai ajudar a perícia a identificar o que provocou a morte da cantora Marília Mendonça e dos outros quatro ocupantes da aeronave que caiu nesta sexta-feira (5) em Caratinga, Minas Gerais. Além do material biológico coletado das vítimas, a polícia recolheu pertences, como o violão de Marília Mendonça.

Também neste domingo, os investigadores de Caratinga vão continuar o trabalho de identificação de testemunhas que presenciaram a queda.

A identificação dessas pessoas e os depoimentos serão repassados aos Investigadores do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 3), localizado no Rio de Janeiro (RJ), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) e que está responsável pela apuração da causa da queda da aeronave.

Todos os objetos seguiram para o Instituto Médico Legal de Belo Horizonte para análise. A Polícia Civil vai aguardar os laudos de necropsia e do local do acidente para apresentar os resultados da investigação e causa real das mortes de todos os ocupantes da aeronave.

Mais Recentes da CNN