Onde os chefs comem? Com Carol Panarotte, em Recife

Já se perguntou onde os chefs dos restaurantes mais badalados do mundo comem quando não estão atrás das panelas? Na nossa coluna eles abrem o jogo e contam quais seus restaurantes prediletos

Chef Carol Panarotte começou carreira fora do país e hoje acumula experiências em renomados restaurantes nacionais
Chef Carol Panarotte começou carreira fora do país e hoje acumula experiências em renomados restaurantes nacionais Paulo Cruz

do Viagem & Gastronomia

Recife, PE

Natural de São Paulo, Carol Panarotte entrou para o mundo da gastronomia fora do país: foi durante um intercâmbio em Dublin, capital da Irlanda, que começou a trabalhar em cafeterias para se sustentar.

Atuou por cinco anos como gerente de uma rede de cafés com unidades na Irlanda, Irlanda do Norte e Inglaterra, e, depois, se aprofundou em cursos na área da gastronomia.

De volta em solo brasileiro, desembarcou em João Pessoa, onde passou por uma série de casas, como a Galeria de Arte Louro e Canela; a Cozinha Roccia, do chef Onildo Rocha; o Restaurante Mezzan; e ainda teve sua própria cafeteria, chamada de A Torta e a Direita.

Pelo país, Carol ainda acumula passagens pela Casa do Porco, Tuju e Nui 360, este último assinado por Érick Jacquin. Hoje, a profissional está à frente dos restaurantes do BA’RA Hotel, em João Pessoa, inaugurado no ano passado de frente para a orla da capital paraibana – ao todo são dois restaurantes, um que valoriza produtos orgânicos e outro no rooftop.

Apesar de se estabelecer em João Pessoa, Carol também nutre um carinho por Recife, em que, abaixo, compartilha seus endereços prediletos para comer e beber bem na cidade pernambucana:

Taberna Japonesa Quina do Futuro

A Quina do Futuro, no bairro de Aflitos, na zona norte do Recife, é onde me realizo: o cardápio é assinado pelo chef André Saburo, que trabalha com atum export, o atum kihada maguro.

O atum tem um “quê” de sabor delicado, mais adocicado e suave na boca. Ou seja, é único.

Taberna Japonesa Quina do Futuro: Rua Xavier Marques, 134 – Aflitos, Recife – PE / Tel.: (81) 3242-2553 / Horário de funcionamento: almoço de segunda a sexta-feira das 11h30 às 15h e sábado das 12h às 15h30; jantar de segunda a quinta-feira das 18h às 23h e sexta e sábado das 18h à 0h. 

Arvo


Indico o Arvo, restaurante do chef Pedro Godoy, porque simplesmente amo tudo que ele cozinha, principalmente quando quero me acabar em um polvo – há desde vinagrete de polvo, polvo ao vinho branco e arroz de polvo.

Os drinques também são sensacionais e me sinto em casa quando estou pisando naquele lindo “quintal”.

Arvo Restaurante: Rua Djalma Farias, 170 – Torreão, Recife – PE / Horário de funcionamento: almoço de terça a domingo das 11h45 às 16h; jantar de terça a sábado das 19h à 0h. 

Ca-Já Restaurante

Cá-Já, do chef Yuri Machado, tem pratos da gastronomia brasileira com muita técnica e sabor/ Tina Bini

Quando estou com vontade de uma comidinha mais caseira e muito bem feita corro para o Ca-Já, do chef Yuri Machado.

Ele é um cozinheiro de mãos cheias. Só de pensar já fico vontade de comer suas comidinhas cheias de afeto.

Ca-Já Restaurante: Rua Carneiro Viléla, 648 – Aflitos, Recife – PE / Tel.: (81) 3126-0648 / Horário de funcionamento: terça a quinta-feira das 12h às 15h30 e das 19h às 23h; sexta e sábado das 12h às 16h e das 19h às 23h; domingo das 12h às 16h.

Restaurante Burgogui


Seguindo a linha de comida de tradição, amo ir no Burgogui, restaurante coreano na região da Casa Forte.

Vou ao restaurante com minha família, já que minhas filhas são loucas pela cultura coreana e nos sentimos felizes na casa.

Do cardápio comemos de tudo um pouco, desde guiozas até o churrasco coreano, como o de burgogui de carne – que podemos montar na palma da mão para embrulhar com alface.

Restaurante Burgogui: Rua Jader Andrade, 168 – Casa Forte, Recife – PE / Tel.: (81) 99919-1789 e (81) 3204-1833/ Horário de funcionamento: terça a sexta-feira das 12h às 15:00 e das 18h30 às 22h; sábado das 12h às 15h e das 18h30 às 22h; domingo das 11h30 às 15h.