De cabanas a vagão de trem: cinco hospedagens diferentes pelo Uruguai

Principais regiões turísticas do país vizinho ao Brasil oferecem hospedagens que fogem do comum e que entregam experiências para ficar na memória

El Nido é projeto de cabanas com vista para vinhedos a 10 minutos do centro de Colônia do Sacramento
El Nido é projeto de cabanas com vista para vinhedos a 10 minutos do centro de Colônia do Sacramento Divulgação

Giuliana Nogueiracolaboração para o Viagem & Gastronomia Uruguai

Para quem busca experiências diferentes de turismo, o Uruguai é um daqueles destinos que oferece opções de hospedagens bem interessantes por suas cidades, seja na capital ou na área costeira.

De vagão de trem no povoado litorâneo de La Barra até cabanas com vista para vinhedos em Colônia do Sacramento, o pequeno país vizinho ao Brasil tem uma gama de hospedagens que fogem do comum e, consequentemente, entregam experiências que ficam na memória.

A seguir, a colunista Giuliana Nogueira compartilha uma seleção lugares especiais para se hospedar pelas principais regiões turísticas do Uruguai:

Train Wagon (La Barra, Maldonado)

Para quem deseja ficar na charmosa La Barra, pequeno povoado cheio de bons restaurantes e cafés entre Punta del Este e José Ignácio, que tal se hospedar em um vagão de trem? O designer de interiores e antiquário Aaron Hojman tem algumas destas joias em dois locais distintos.

Um fica na área mais campestre de La Barra e outras duas unidades ficam bem no meio do povoado, a poucos metros da praia.

De fora um trem antigo, por dentro um quarto muito bem mobiliado e confortável, igualmente vintage. É como uma viagem no tempo, mas com direito a Wi-Fi e água aquecida. Embora não ofereça café da manhã, o quarto é equipado com uma cozinha para quem quer preparar uma refeição simples, além de estar a poucos passos de boas cafeterias da região.

As reservas podem ser feitas através do Instagram diretamente com o proprietário.

Bracco Bosca Winery (Pando, Canelones)

Na principal região produtora de vinho do país, se hospedar em uma bodega é um programa irresistível. A Bracco Bosca fica a cerca de 20 minutos do aeroporto e a 50 minutos de Montevidéu e também pode ser um ótimo local para um pernoite para quem viaja entre Colônia do Sacramento e Punta del Este.

São duas cabanas confortáveis e bem equipadas bem no meio dos vinhedos. Com direito a varanda na frente e atrás da cabana, é possível desfrutar tanto do nascer quanto do pôr-do-sol. Outro bom lugar para curtir o cair da tarde é dentro do ofurô de água aquecida, que fica ao lado da piscina.

Ou seja, no verão ou no inverno, há possibilidade de banhos relaxantes e a possibilidade de provar os vinhos da bodega com total tranquilidade.

A anfitriã Fabiana Bracco providencia um farto café da manhã no quarto e ainda é possível combinar com um pouco de antecedência um piquenique ou alguma outra refeição.

Quem quiser aproveitar a região, a poucos minutos dali fica a Bodega Casa Grande, que também oferece a possibilidade de visitação.

As reservas podem ser feitas pelo site da vinícola.

Hotel Costanero (Montevidéu)

Quem deseja desfrutar a capital em uma localização privilegiada e com toda a infraestrutura possível, o Hotel Costanero é pedida certeira.

Localizado no bairro de Pocitos, o hotel inaugurado no final de 2021 fica bem em frente do famoso letreiro que leva o nome da cidade. Os quartos, com ampla janela de vidro, têm vista para a praia e uma visão privilegiada da cidade. A decoração sóbria e clean dá ares de elegância às instalações.

O café da manhã é, com certeza, um dos melhores de Montevidéu em se tratando de hotelaria. É servido no restaurante Cauce, que fica no mezanino e está sempre aberto, funcionando de segunda a domingo para almoço e jantar. O bar no piso térreo é outro que vale a visita, com uma coquetelaria bem executada.

As reservas podem ser feitas pelo site do hotel.

El Nido Treehouses (Colônia do Sacramento)

Cabanas integradas à natureza têm decoração campestre / Divulgação

Já pensou em se hospedar em uma casa na árvore? O projeto do especialista em queijos Martin Rosberg está muito bem integrado à natureza.

As cabanas ficam a cerca de dois metros do solo, na altura da copa das árvores, com vista para vinhedos. A decoração combina com o cenário campestre e, como fica a cerca de 10 minutos de carro da cidade, está abastecido para o preparo de uma pequena refeição.

O cuidadoso casal de anfitriões mima os clientes com detalhes e ainda é possível provar os deliciosos queijos produzidos por Martin. A piscina fica à disposição dos hóspedes no verão.

As reservas podem ser realizadas pelo link do Instagram.

Caliu Earthship Ecolodge (Colônia do Sacramento)

Também na região de Colônia do Sacramento, o projeto de ecoturismo Caliu é exemplar na aplicação desses conceitos.

Da construção de suas cabanas, feitas com materiais recicláveis e sustentáveis, ao uso da energia solar e a gastronomia em seu restaurante, contando com produtos orgânicos, tudo foi muito bem pensado e executado, mostrando que conforto e preservação do ambiente também podem andar juntos.

A hospedagem fica a cerca de 10 minutos do centro da cidade, mas com certeza vale a viagem, pois por si só já é uma bela atração.

As reservas podem ser feitas pelo site.

* Os textos publicados pelos Insiders e Colunistas não refletem, necessariamente, a opinião do CNN Viagem & Gastronomia.

Sobre Giuliana Nogueira

Giuliana Nogueira / Acervo pessoal

Giuliana Nogueira é brasileira, psicóloga, fotógrafa e assessora de comunicação. Não é enóloga nem sommelierè, mas é enófila, apaixonada especialmente por vinhos uruguaios e pelo Uruguai. Mantém o Instragram @Instatannat, falando mais de vinhos uruguaios que os próprios uruguaios. Sempre que pode viaja até a terra dos nossos vizinhos, que sabem receber muito bem.