Hotel La Coralina é um pedaço da Indonésia em pleno Caribe panamenho

Com apenas 8 vilas e 23 suítes, hotel no coração do arquipélago de Bocas del Toro reflete o melhor da região, onde fauna e flora convivem em harmonia em meio a um cenário paradisíaco

Daniela Filomeno nos jardins do La Coralina, hotel sofisticado na Isla Colón, em Bocas del Toro, no Panamá
Daniela Filomeno nos jardins do La Coralina, hotel sofisticado na Isla Colón, em Bocas del Toro, no Panamá CNN Viagem & Gastronomia

Daniela Filomenodo Viagem & Gastronomia Bocas del Toro, Panamá

Abrir as cortinas logo de manhãzinha e se deparar com uma natureza tropical à nossa volta enquanto as ondas quebram no mar azul-turquesa logo em frente é apenas uma das sensações de bem-estar que o La Coralina Island House nos reserva.

Situado na Isla Colón, coração de Bocas del Toro, província panamenha formada por um arquipélago de cenários paradisíacos do mar do Caribe, o hotel sofisticado ainda carrega ares de ineditismo.

Inaugurado em dezembro de 2021, todos os cantinhos possuem decorações de motivações asiáticas, como sedas, batiks, esculturas de pedra da ilha de Bali e móveis antigos de Java. Para nós, o hotel prova que não é preciso ir até o outro lado do mundo para termos uma experiência ímpar.

A apenas uma hora de voo da Cidade do Panamá ou 1h30 da capital da Costa Rica, país vizinho, o La Coralina debruça-se sobre a elegância da praia de Paunch Beach, que reúne amantes e profissionais do surfe neste canto do Panamá.

Inaugurado no fim de 2021, todos os cantos do hotel possuem decorações de motivações asiáticas / CNN Viagem & Gastronomia

Portanto, seja da piscina de borda infinita, das varandas dos quartos ou na maioria dos espaços abertos, não é difícil avistar alguns deles se arriscando em manobras no meio do mar.

Notamos logo de cara que a essência do hotel baseia-se na convivência com a natureza tropical exuberante, estimulada ainda mais pelos espaços abertos integrados com o ambiente exterior.

Sofisticação pé na areia

Bocas del Toro tem se tornado um local muito visado pelos amantes de ecoturismo, que aqui encontram um destino dotado de uma das maiores diversidades biológicas do planeta.

E no La Coralina não é diferente: floresta e mar convivem lado a lado, assim como fazem a fauna e flora deste pedaço caribenho.

É justamente esse o espírito que move as áreas comuns, a gastronomia e também os aposentos.

Suas 8 vilas e 23 suítes carregam toques da Indonésia: todos possuem terraços, mas diferem nos tamanhos e ainda podem ser voltados para os jardins, para o oceano e para a floresta.

No âmbito da gastronomia, o chef executivo Rodrigo Vazquez, natural da Argentina, comanda o Restaurante e Lounge Bar La Coralina, que nos revela uma decoração supertrabalhada.

À mesa, a mesma eficiência. Produtos frescos e sazonais são a base da cozinha, com uso do que há de mais abundante dos arredores. Peixes, frutos do mar recém-pescados e ainda cacau e café são alguns dos ingredientes-chave – lembrando que o Panamá é um dos grandes produtores mundiais destes dois frutos.

O cardápio mistura-se ainda inevitavelmente com as influências caribenhas, assim como o chef traz um pouco de suas raízes ao oferecer uma variedade de cortes de carnes.

Entre um banho refrescante de piscina ou mar, coquetéis coloridos e comidinhas para beliscar também são servidas no bar da piscina, com enquadramento para as lindas paisagens do oceano.

Preocupação com o bem-estar

Uma das instalações mais emblemáticas do hotel é seu spa. Faz todo sentido estarmos no meio da natureza pulsante, entre mar e selva, e nos voltarmos para nosso próprio bem-estar.

Rituais, massagens e tratamentos são parte do menu holístico trabalhado pela austríaca Esther Aguero Carrasco-Gujer, que levou sua expertise para esta parte da América Central.

Tratamentos faciais e corporais, reflexologia e até uma série de programas de educação sobre nutrição são encontrados por aqui.

Um pavilhão de ioga, área de relaxamento e jacuzzi ao ar livre também estão disponíveis aos hóspedes, assim como sauna seca que enquadra a vegetação externa através de uma grande janela de vidro.

Além de nos relaxar, o objetivo desta área é fazer com que os hóspedes aprendam mais “sobre seus corpos e mergulhem em si mesmos para descobrir insights e viver uma vida melhor”.

Agito em Paunch Beach

Entre a areia e o hotel reside um dos diferenciais do La Coralina: um beach club próprio. Com estrutura e equipe, o local dispõe de espreguiçadeiras sob a sombra das árvores e piscina de borda infinita.

O clima de despreocupação logo nos seduz e refeições e jantares casuais, regados a coquetéis de frutas, saladas e sanduíches, são servidos no melhor estilo pé na areia.

Atividades e programas podem ser organizadas diretamente nesta aérea. Stand-up paddle, kitesurfe, surfe, mergulho ou snorkeling e caminhadas para observação dos animais são apenas algumas das possibilidades que podemos aproveitar.

Como manda a região, onde os carros dão lugar aos barcos, passeios a bordo de embarcações completam as atividades em meio ao mar.

La Coralina Island House
La Coralina Bay, Paunch Beach, Bocas del Toro, Panamá
Tel.: (507) 851 0800
Site oficial.