Cleveland adota esquema de segurança especial para debate entre Trump e Biden

Guarda Nacional, Polícia e patrulha rodoviária foram mobilizados para garantir a segurança; FBI monitora organização de protestos durante o encontro

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo
29 de setembro de 2020 às 11:30 | Atualizado 29 de setembro de 2020 às 12:00

A cidade norte-americana de Cleveland, no estado de Ohio, recebeu um esquema especial de segurança para o primeiro debate presidencial de 2020 entre o republicano Donald Trump e o democrata Joe Biden.

O encontro entre os candidatos nesta terça-feira (29) será transmitido pela CNN americana e pela CNN Brasil simultaneamente a partir das 22 horas (horário de Brasília). Em parceria com a CNN Brasil, o portal UOL retransmitirá o evento.

Será possível acompanhar o debate pela CNN na TV, pelo canal 577 nas maiores operadoras de TV paga: Claro/NET, Sky, Oi e Vivo Fibra. Para outras operadoras, consulte a lista oficial com a numeração.

Também será possível assistir ao vivo pelo site da CNN Brasil e em seus perfis no Facebook e no Twitter.

Assista e leia também:
Cinco pontos para ficar atento hoje no debate entre Trump e Biden
CNN Brasil exibe 1º debate entre Trump e Biden; portal UOL retransmite
Eleição nos EUA: Conheça as regras do 1º debate entre Trump e Biden
Opinião: Moderadores do debate entre Trump e Biden enfrentam um grande desafio

Barreiras foram instaladas nas proximidades da Universidade Case Western Reserve, que sediará o debate, e algumas ruas tiveram o trânsito interrompido pelas forças de segurança. O serviço secreto e o FBI também estão envolvidos no esquema de segurança.

“Não vamos divulgar nosso plano de segurança, mas queremos manter a cidade inteira segura”, afirmou, na segunda-feira (28), o prefeito democrata Frank Jackson.

Em entrevista à CNN, Eric Smith, agente especial do FBI encarregado pela divisão da agência em Cleveland, disse que protestos pacíficos podem sair do controle, por isso os agentes estão trabalhando para identificar possíveis ameaças.

"O que o 30 de maio nos ensinou é que protestos pacíficos podem tomar uma direção diferente em um período muito curto de tempo. Então é sábio e prudente ter forças suficientes disponíveis e no local para salvaguardar caso isso aconteça", disse, em referência a uma marcha pacífica após a morte de George Floyd que terminou em confronto.

Cidade de Cleveland, em Ohio, reforçou segurança para debate entre Trump e Biden
Foto: Reuters

"No momento, estamos monitorando todos os fluxos de inteligência para garantir que acompanhemos indivíduos que possam fazer algo diferente de protestar pacificamente. Estamos monitorando e tomando todas as medidas necessárias para proteger o público."

A Guarda Nacional em Ohio bem como a patrulha rodoviária do estado também estarão mobilizadas para o horário do debate.

De acordo com o prefeito de Cleveland, são esperados protestos durante o encontro entre Trump e Biden. Por isso, a polícia da cidade passou a monitorar várias pessoas, principalmente as que foram presas nos protestos de maio.

Assista e leia também:

Os 6 grandes temas do debate desta terça-feira entre Trump e Biden
O que você precisa saber sobre os debates presidenciais entre Biden e Trump
De Kennedy-Nixon a Trump-Biden: 60 anos de debates presidenciais nos EUA
Brasil terá que recriar laços com democratas se Biden vencer, diz especialista

"Há muitas coisas que aprendemos não apenas em 30 de maio, mas com os protestos subsequentes em todo o país e que incorporamos em nosso planejamento para este evento", disse Calvin Williams, chefe da polícia da cidade.

Williams também pediu ajuda aos moradores de Cleveland, os encorajando a denunciar “qualquer coisa que parecer suspeita”.

(Com informações da Tracy Carloss, da WEWS, afiliada da CNN)