Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Se dependesse de mim, PP estaria muito longe deste governo, diz Ciro Nogueira à CNN

    Em entrevista ao CNN 360º, senador e líder do PP criticou atuação do presidente Lula

    Renata Souzada CNN

    São Paulo

    Com um filiado entre os ministros da gestão Lula, o presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI), disse à CNN que, se dependesse dele, o partido estaria “muito longe deste governo”.

    “Jamais nós teríamos algum membro do nosso partido como ministro. Infelizmente, é uma realidade, contra a minha vontade”, disse o senador, nesta terça-feira (11), ao CNN 360º (segunda a sexta, 15h).

    “Eu jamais me furtei — já sentei com o ministro Haddad, já votamos matérias importantes para o governo. Eu não faço oposição ao país, eu faço oposição a esse governo pela forma como ele gere o Brasil”, complementou Nogueira.

    O membro do partido no governo é o ministro do Esporte, André Fufuca. Ele está no governo desde setembro passado.

    Logo após a posse, Fufuca falou à CNN e disse estar alinhado com governo federal. “Tenho certeza que hoje André Fufuca é mais aliado do governo, inclusive, que muitos integrantes do PT”, afirmou.

    Críticas a Lula

    Aliado do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), o senador criticou a gestão Lula. “Eu sempre fui contra a volta dele ao poder porque eu imaginava isso que está acontecendo: um presidente que não tem uma visão de futuro do país, só olha para trás, só olha para o retrovisor”, disse.

    Segundo Nogueira, Lula “tem que descer do palanque, unificar o nosso país, olhar para o que deve ser feito para o futuro”. “Não ficar olhando apenas para o seu partido político, para a sua ‘companheirada’. Ele não pode governar apenas para o Partido dos Trabalhadores”, acrescentou.

    Sobre as declarações de Nogueira a respeito do presidente, a CNN procurou o Palácio do Planalto e aguarda retorno.