Casos de Covid dobram e Brasil registra 70 mil casos em 24 horas, diz Conass

Com isso, a média móvel considerando os últimos 7 dias também cresceu e chegou a 43.660, maior patamar desde de 29 de julho de 2021

Kaluan Bernardoda CNN

Ouvir notícia

O Brasil registrou nesta terça-feira (11) 70.765 casos de Covid-19, mais que o dobro da segunda-feira (34.788).

Com isso, a média móvel considerando os últimos 7 dias também cresceu e chegou a 43.660, maior patamar desde de 29 de julho de 2021, quando o país tinha 45.094 casos.

O número de óbitos, no entanto, cresceu proporcionalmente menos: foi de 110 na segunda para 147 nesta terça-feira — ficando uma média móvel de 122 casos (considerando os últimos sete dias).

Novas restrições em São Paulo

O Comitê de Saúde e o secretário de Saúde do estado de São PauloJean Gorinchteyn, se reuniram nesta terça-feira (11) para estudar novas restrições contra a Covid-19.

Segundo informações obtidas pela repórter da CNN Bruna Macedo, o comitê deverá anunciar novas orientações para o setor de eventos. A previsão é que eles se reúnam já nesta quarta-feira (12) com o governador João Doria (PSDB) para definir as diretrizes. Leia mais.

Garantias do ministro

Em entrevista à CNN nesta terça-feira (11), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, garantiu que não haverá atrasos na entrega de doses de vacina destinadas à imunização de crianças contra à Covid-19. Leia mais.

Maior índice de transmissão

O Brasil alcançou um índice de transmissão de Covid-19 de 1,3 nos primeiros dias de 2022, o maior índice desde março de 2021, quando a pandemia caminhava para seu pico, segundo estudo divulgado nesta terça-feira (11). Os dados são da plataforma Info Tracker, que pertence a USP e Unesp, o que significa que havia uma desaceleração da pandemia. Leia mais.

Mais Recentes da CNN