Como diversificar os meus investimentos? Conheça o seu perfil de investidor

Caso existe alguma regra de ouro no mundo dos investimentos, essa é a da diversificação – é ela que te protege de quedras abruptas em tempos de instabilidade

"O que eu faço?": CNN tem podcast para tirar dúvidas sobre investimentos em tempos de crise
"O que eu faço?": CNN tem podcast para tirar dúvidas sobre investimentos em tempos de crise Foto: Divulgação

Do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

Caso exista alguma regra de ouro no mundo dos investimentos, essa é a da diversificação. Para proteger os investimentos de quedas abruptas em momentos de instabilidade, os maiores investidores sempre falam da importância de não manter todos os ovos na mesma cesta: afinal, se a cesta cair, os seus ovos não se quebrarão todos de uma vez.

A metáfora explica bem esse sentimento no mercado financeiro. Não por acaso, existem investimentos defensivos que podem ajudar a anular perdas de outros ativos. Exemplo: quando a taxa básica de juros, a Selic, é reduzida pelo Banco Central, automaticamente todos os investimentos atrelados à ela também terão a rentabilidade diminuída.

O dólar, por sua vez, aumenta – juros menores significa que investidores estrangeiros tirarão o seu dinheiro do país. Menores dólares no Brasil ocasionam uma valorização da moeda americana frente ao real. O que ajuda a aumentar a rentabilidade daqueles que deixaram de ganhar com outros ativos ligados à Selic.

Esse é apenas um dos exemplos da importância da diversificação. No novo episódio do podcast “O que eu faço?”, Fernando Nakagawa e Luciana Barreto recebem Christiano Clemente, head de investimentos e Advisory do Santander Private Banking.

Na conversa, Clemente aponta quais são os principais pontos que o investidor precisa se atentar antes de definir o seu perfil de investimento – se é conservador, moderado ou arrojado. “Se você vê aquelas baixas de 10% na bolsa de valores e não consegue dormir depois de uma queda forte, provavelmente, o seu perfil não é arrojado, por exemplo”, diz Clemente.

Saiba mais ouvindo ao novo episódio do “O que eu faço?”.

Perdeu algum episódio? 

#16 – É hora de financiar um imóvel? Menor taxa de juro da história traz oportunidades

#15 – Dividendos: é possível viver de renda investindo em ações que distribuem lucros?

#14 – As oportunidades das empresas “pequenas”: entenda o que são as small caps

#13 – É possível ter investimentos com menos risco na bolsa? Conheça as ‘blue chips’

#12 – Fundos imobiliários podem ser investimentos defensivos na crise; Entenda

#11 – Como emprestar dinheiro para empresas e ganhar com isso: conheça as debêntures

#10 – Com juros a baixos, ainda vale a pena investir em títulos públicos?

#9 – Finanças femininas: mulheres ainda são minoria na bolsa; como reverter esse cenário?

#8 – Volatilidade no mercado faz poupança voltar à moda. Mas vale o investimento?

#7 – Fundos de investimento ajudam a diversificar a carteira; conheça a modalidade

#6 – Posso ser sócio da Apple ou do Google? Como (e por que) investir no exterior

#5 – Juros baixos: ainda é possível ganhar dinheiro com a renda fixa?

#4 – Com a aposentadoria mais distante, como poupar para a velhice?

#3 – Bolsa despenca no ano em meio à pandemia. É hora de entrar?

#2 – O dólar não para de subir em 2020. É hora de comprar a moeda americana?

#1 – Reserva de emergência em tempos de Covid-19: como organizar e onde investir

Clique aqui e siga a página do CNN Brasil Business no Facebook

Mais Recentes da CNN